O Retrato do Bob: Ney Piacentini, o ator épico-dialético

Ney Piacentini - Foto: Bob Sousa

Ney Piacentini – Foto: Bob Sousa

Foto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Paranaense de Campo Murão radicado em São Paulo, Ney Piacentini atualmente está em cartaz no Tusp com O Pão e a Pedra, nova montagem da Companhia do Latão, da qual faz parte desde 1997. A montagem recupera as greves operárias que marcaram a região do ABC no final da década de 1970. Além de ser nome importante dos palcos e ter sido diretor da Cooperativa Paulista de Teatro entre 2005 e 2013, Piacentini também atua no cinema, onde já esteve em longas como Cronicamente Inviável, de Sérgio Bianchi, Lula, O Filho do Brasil, de Fábio Barreto, e Trabalhar Cansa, de Marco Dutra e Juliana Rojas. Mestre em artes cênicas pela USP (Universidade de São Paulo) é o idealizador da Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo de São Paulo e fundador do Instituto Internacional de Teatro no Brasil, ligado à Unesco. Está sempre em sintonia com o mundo ao seu redor. Afinal, é um ator épico-dialético.

*BOB SOUSA é fotógrafo e mestre em Artes Cênicas pela Unesp. Autor do livro Retratos do Teatro, publica sua coluna O Retrato do Bob toda segunda-feira aqui no site.

Visite o site de BOB SOUSA

Visite o Blog do Arcanjo no UOL!

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana