Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir no Sesc 14 Bis: ‘Feminista fundamental’

Fernanda Montenegro faz temporada no Sesc 14 Bis em São Paulo com ingressos esgotados © Divulgação Blog do Arcanjo 2024

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A maior atriz do Brasil estreia nesta semana em São Paulo seu mais recente projeto, recentemente aclamado no Rio de Janeiro. Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir aporta no Teatro Raul Cortez do Sesc 14 Bis, na Bela Vista, onde fica em cartaz até 21 de julho com ingressos já esgotados. A leitura celebra os 80 anos de carreira de Fernanda Montenegro, que está com 94 anos de vida, e aborda a visão libertária de Beauvoir (1908-1986) sobre o feminismo, além de sua ligação de vida com o filósofo Jean-Paul Sartre (1905-1980). Não custa lembrar que Fernanda Montenegro é a única atriz brasileira indicada ao Oscar, por sua performance no filme Central do Brasil, de Walter Salles.

Minha aproximação com a obra de Simone de Beauvoir vem desde quando eu tinha 20 anos. Essa fundamental feminista é uma personalidade referencial na minha geração. O espetáculo, baseado em uma de suas obras, proposto a mim em 2007 por Sérgio Britto, já com a saúde extremamente debilitada, não se realizou. A ideia permaneceu em mim através de outra criação de Simone de Beauvoir – “A Cerimônia do Adeus”. Organizei rigorosamente essa importante obra durante dois anos. Texto pronto, Bonarcado Produções Artísticas e Carmen Mello levaram à cena essa adaptação com o título de Viver Sem Tempos Mortos. Encenação referencial de Felipe Hirsch. Direção de Arte importante de Daniela Thomas e Iluminação plena de Beto Bruel”.

Fernanda Montenegro

Sem personificar Simone, Fernanda se cerca de seus óculos, uma mesa, uma cadeira, da trilha sonora e da iluminação para emprestar sua experiência íntima com a obra, dividindo com a plateia o impacto que a liberdade evocada por Beauvoir teve nessa geração de mulheres.

O tempo de preparação e refino para a criação de um ambiente sem interferências demasiadas privilegia a proximidade com o público, que testemunhará a prática da liberdade defendida pela escritora, na voz da atriz. 

O encontro de Fernanda Montenegro com a compilação do pensamento de Simone de Beauvoir extraída da obra A Cerimônia do Adeus, é uma aproximação com essa escritora, pensadora e ensaísta, que revolucionou a visão do feminino.

Em março de 2023, na Academia Brasileira de Letras, realizei a 1ª leitura desse mesmo texto, organizado por mim. Seguiram duas apresentações no Teatro Poeira, já com aceitação total da plateia. Quando dessa leitura, trechos de outras obras dessa importante feminista e escritora já estavam incluídos nessas apresentações. Ao ler, no palco, Simone de Beauvoir, nós nos conscientizamos da liberdade que essa Mulher se impôs e propôs a todas as gerações que a sucederam”.

Fernanda Montenegro

O Sesc celebra a oportunidade de democratizar o acesso de diversos públicos ao encontro entre uma das expoentes das artes brasileiras, e uma das principais pensadoras do século XX, sobretudo devido o potencial das manifestações culturais para estimular reflexões tocantes à experiência humana”

Luiz Deoclecio Massaro Galina, diretor do Sesc São Paulo

Apresentar essa obra é celebrar o legado e inspirar as pessoas, pilares importantes para o Itaú na celebração de nossos 100 anos. Fernanda é uma inspiração, sempre. E estar ao lado dela nesse momento tão importante como artista e também com temas tão importantes para o nosso dia a dia é a prova de como ela faz jus a ser um dos nomes mais marcantes no Brasil, que perpassa o tempo e permanece relevante, se reinventando”

Eduardo Tracanella, diretor de Marketing do Itaú Unibanco

Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir

FICHA TÉCNICA: 

Texto – Simone de Beauvoir 
Dramaturgia e Direção – Fernanda Montenegro 
Assistência de Direção – Carmen Mello 
Seleção Musical – Fernanda Montenegro 
Desenho de Som – André Omote 
Desenho de luz – Diego Diener 
Produção – Bonarcado Produçōes Artísticas & Trígonos Produções Culturais 
Direção de Produção – Carmen Mello 
Promoção e Comunicação visual – Nicolle Meirelles 
Assessoria Jurídica – Janaína Bento 
Contabilidade – Contsist 
Controller – Elinete Barcellos 
Assistência de Produção – Jadir Ferreira e André Nunes 
Patrocínio: Itaú Unibanco
Realização: Sesc São Paulo

SERVIÇO: 

De 20/6 a 21/7; de quinta a sábado, às 20h, domingo, às 18h 
Venda online de ingressos a partir de 11/6, às 17h, pelo aplicativo Credencial Sesc e pelo site centralrelacionamento.sescsp.org.br. Venda presencial a partir de 12/6, às 17h, em todas as unidades do Sesc São Paulo.
R$ 60 (inteira); R$ 30 (meia) e R$ 18 (credencial plena) 
Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 75 minutos 
Teatro Raul Cortez – 2º andar 
Sesc 14 Bis – R. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, São Paulo.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *