Roberta, Uma Ópera Rock hipnotiza Festival de Curitiba sob gritos de ‘Fora Bolsonaro’ e talento paranaense de sobra

Roberta, Uma Ópera Rock hipnotizou o público do 30º Festival de Curitiba com talento paranaense no palco do Festival na Rua – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo
Enviado especial ao Festival de Curitiba*

Curitiba lavou a alma ao som de rock’n’roll em seu cartão postal na abertura do Festival na Rua, a parte gratuita e popular do 30º Festival de Curitiba, com a estreia do musical Roberta, Uma Ópera Rock, com direito a gritos de “Fora Bolsonaro” por parte do público na Praça Santos Andrade, centro da capital paranaense, nestas sexta (1º) e sábado (2).

A obra faz mais uma sessão neste domingo (3), sempre às 19h30. Depois, segue para o Centro Cultural Boqueirão, de 6 a 9 de abril, às 20h.

A superprodução conquistou o público com talento paranaense de sobra e merece ganhar os palcos nacionais.

Obra dirigida por dois ícones do teatro curitibano, Nena Inoue e Maurício Vogue, o musical mostra que há artistas potentes na cena musical local, ao abordar a trajetória de Roberta, uma intensa Priscila Esteves dando vida a uma jovem viciada em drogas que busca uma forma de fugir da dependência química.

Em clima roqueiro ao som da banda Eles Mesmos, a peça agradou os curitibanos, uma das capitais brasileiras onde o rock ainda resiste com um público fiel, presente na plateia do espetáculo e em cima do palco.

Priscila Esteves e Matheus Gonzalez: protagonistas afinados em Roberta, Uma Ópera Rock no Festival de Curitiba – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Em enredo folhetinesco, que conquista o público, a garota, vivendo em um ambiente hostil, se sente perdida e é constantemente assediada pelo traficante Ugo, o ótimo Marcelo Teixeira Jorge, o Marwem HD. Porém, um dia ela reencontra a esperança com a chegada do amor pelo personagem de Giovanni, intepretado com entrega por Matheus González, o que modifica a vida da jovem. Ainda estão no elenco Amarildo Siqueira e Wilyah Schmitt.

A história é contada através de músicas compostas por Alessandro Sangiorgi, misturando Ópera Clássica e muito rock’n’roll. As canções dão o tom à obra, oscilando entre a melancolia, choque e, em alguns momentos, alegria.

Marcelo Pereira Jorge, o Marwem HD, caminha entre o público em Roberta, Uma Ópera Rock no 30º Festival de Curitiba – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Em uma das músicas, o elenco levantou a bandeira do Movimento Sem Terra (MST) como forma de protesto por agressões aos direitos humanos nos últimos tempos no Brasil. O público foi ao delírio e gritou: “Fora Bolsonaro”.

Nem a chuva fina que caía na noite de estreia foi capaz de afastar o público, que se protegeu com capas e sombrinhas. As escadarias do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná ficaram cheias.

Público lotou Praça Santos Andrade em frente à UFPR para conferir estreia do musical Roberta, Uma Ópera Rock no Palco Ebanx – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Daniele Regis, iluminadora de 49 anos, conta que estava animada para a volta do teatro, depois de dois anos afastada: “Curitiba precisa disso”, ela pontua, dizendo que admira o trabalho do elenco, do diretor Maurício Vogue e do maestro Alessandro Sangiorgi.

A perseverança da audiência chamou a atenção da atriz Margheurita Dissá, que interpreta uma das amigas da Roberta. Ela esperava um público menor por causa do frio e da chuva, mas diz que ficou muito feliz com a estreia: “Voltar para o palco depois de dois anos deixa tudo à flor da pele, tudo muito bom”, celebrou.

Ao final da apresentação, o ator Mawem HD agradeceu a participação de todos e em especial, fez uma homenagem ao Roberto Innocente, escritor da peça, falecido de Covid-19 em abril de 2021, comovendo a equipe e a todos os presentes.

Longa vida a este musical brasileiro.

Roberta, Uma Ópera Rock

Avaliação: Muito Bom ✪✪✪✪
Crítica por Miguel Arcanjo Prado

Cena de Roberta, Uma Ópera Rock, que conquistou o público do 30º Festival de Curitiba e merece ganhar os palcos nacionais – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Roberta, Uma Ópera Rock

Categoria: Musical

Datas: 01 a 03/04 (Praça Santos Andrade) e 06 a 09/04 (Centro Cultural Boqueirão)

Horário: 19h30, de 1º a 3/4, na Praça Santos Andrade, e 20h, 6 a 9/4, no Centro Cultural Boqueirão (R. José Guercheski, 281)

Classificação: 14 anos

Duração: 90 min

Ingresso: Gratuito

Com reportagem por Julia Estevam e Danielly Morais, estudantes de Jornalismo da Universidade Positivo, sob orientação da jornalista e professora Katia Brembatti, em parceria com o Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba. Conheça o site UP no Festival.

O jornalista e crítico Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Curitiba.

+ Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP