Morte do ator Luiz Carlos Araújo foi asfixia acidental, diz laudo da perícia

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A causa da morte do ator Luiz Carlos Araújo, de 42 anos, segundo a polícia, foi causada por uma asfixia acidental. A informação foi dada pelo delegado Roberto Monteiro, à frente da investigação, após receber o laudo do IML (Instituto Médico Legal).

Segundo os peritos, Luiz Carlos tinha drogas no organismo quando morreu e foi descartado um possível homicídio: “Não foram observados sinais de constrição (alteração) cervical externas ou internas, mesmo após dissecção cuidadosa do pescoço”, afirma o laudo divulgado pelo portal UOL.

“Consta da ocorrência que a vítima foi encontrada com um saco preto na cabeça, prática essa conhecia em Literatura Médica como re-respiração, usada com certa frequência para aliviar a respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade e em muitas práticas de asfixiofilia/parafilias, com o intuito de aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio, variações estas que causam vasodilatação ou vasoconstrição de vasos extra e endocranianos. Tal prática pode ter como complicação a asfixia por confinamento (troca do ar respirável por ar irrespirável)”, continua o laudo.

O delegado afirmou que o atual namorado de Luiz Carlos prestou esclarecimentos nesta quarta-feira (22), após ser chamado pela Polícia Civil.

“A associação de antidepressivos, cocaína e álcool, com consequente rebaixamento do nível de consciência, associada ao confinamento foram as causas da morte (acidental)”, afirma o laudo pericial.

Formado pela Escola de Artes Dramáticas da Universidade de São Paulo (EAD/USP), Luiz Carlos Araújo trabalhava profissionalmente havia 25 anos. Na publicidade e na internet, emprestou a voz para tem diferentes marcas e produtos. Com mais de 20 espetáculos teatrais musicais no currículo, o ator já contracenou com nomes como Elaine Mickely, Totia Meirelles, Zélia Duncan e Ligia Paulo Machado. Em Carinha de Anjo, no SBT, ele fez Vagner, irmão da professora Diana, papel de Camilla Camargo, que é filha de Zezé Di Camargo e Zilu Camargo e também outra grande amiga de Luiz Carlos Araújo.

O ator Luiz Carlos Araújo morre aos 43 anos - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo
O ator Luiz Carlos Araújo morre aos 42 anos – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Morte de jovem ator Luiz Carlos Araújo abalou a classe artística

A morte repentina de Luiz Carlos Araújo abalou a classe artística paulistana, onde o ator era muito querido. Ele trabalhou como protagonista em musicais como Garota Glamour, Tieta, Alegria Alegria, O Primo Basílio e Lisbela e o Prisioneiro e ainda atuou na novela Carinha de Anjo, do SBT, e na minissérie Dalva e Herivelto, na Globo.

Seu corpo foi encontrado sem vida em seu apartamento, no segundo andar em um prédio de cinco pavimentos na rua Aurora, na República, bairro central paulistano, no último dia 11. O ator, de 42 anos de idade, estava deitado na cama, com um saco na cabeça. Como Luiz Carlos estava sem responder as mensagens, nem atender os telefonemas, amigas do artista – que também trabalhava como locutor – ficaram preocupadas e decidiram ir até o imóvel. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial do Bom Retiro e seguiu sendo investigado pelo 3º Distrito Policial, localizado na mesma rua do prédio do ator.

No mesmo dia 11, duas amigas de Luiz Carlos e o namorado de uma delas foram ao prédio do ator, após tentarem contato com o mesmo sem sucesso. O zelador, sem liberar a entrada para os amigos, foi até o apartamento de Luiz Carlos, bateu na porta e não teve resposta, mas sentiu um forte odor. Com isso, veio o aval para acionar a polícia.

Os policiais militares chegaram por volta das 17h e constataram também o forte cheiro. Eles acionaram um chaveiro que conseguiu, depois de algum tempo, abrir a porta que estava trancada pelo lado de dentro, com a chave na fechadura. A hipótese de que alguém com cópia da chave tenha saído e trancado pelo lado de fora foi descartada, uma vez a chave pelo lado de dentro impede que alguém consiga usar uma cópia pelo lado de fora.

De acordo com o relato do porteiro às investigações, ninguém estranho foi observado entrando no prédio. Luiz Carlos Araújo era o proprietário do apartamento.

A última vez que Luiz Carlos foi visto pelo funcionário do prédio foi na quarta-feira (8). A polícia constatou que o óbito havia sido mais de 48 horas antes de o corpo ser encontrado.

Após a perícia do Instituto Médico Legal (IML), o corpo do ator foi liberado para velório e sepultamento no dia 13. A cerimônia de despedida aconteceu no Cemitério da Vila Formosa, na zona leste de São Paulo, com o caixão lacrado. A missa de sétimo dia aconteceu na última sexta (17), na Paróquia Santa Teresa de Jesus, no bairro do Itaim Bibi, na zona sul paulistana. Entre os amigos que homenagearam o artista está Marilice Cosenza, com quem Araújo atuou em vários musicais e produções publicitárias em sua produtora, Dummy Filmes.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *