Morre Ismael Ivo, bailarino e coreógrafo, de Covid-19 aos 66 anos

Morre Ismael Ivo, grande bailarino e coreógrafo - Foto: Divulgação/Municipal - Blog do Arcanjo 2021
Morre Ismael Ivo, grande bailarino e coreógrafo, de Covid-19 aos 66 anos – Foto: Divulgação/Municipal – Blog do Arcanjo 2021

Morreu Ismael Ivo, grande bailarino e coreógrafo da dança brasileira, aos 66 anos, na noite desta quinta-feira (8), por complicações da Covid-19, confirmou a assessoria do artista.

Ele estava internado havia um mês no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ícone da dança não só no Brasil como na Europa, ele assumiu em 2017 a direção do Balé da Cidade de São Paulo. Também estava à frente do projeto de criação da SP Escola de Dança em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

“O Brasil perdeu Ismael Ivo, um dos maiores coreógrafos contemporâneos. Ismael foi diretor da Bienal de Veneza, do Balé da Cidade e o primeiro estrangeiro a dirigir o Teatro Nacional Alemão. Era um amigo querido. Muito triste. Minha solidariedade aos familiares”, declarou o governador de São Paulo, João Doria.

“Viva Ismael Ivo! Grande artista, grande pessoa, grande amigo. Deixa um legado fundamental para a dança brasileira. Muitas realizações! Por determinação do governador João Doria, vamos implantar o projeto ao qual ele vinha se dedicando desde o ano passado: a SP Escola de Dança Ismael Ivo”, anunciou Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Bem antes de a palavra representatividade ganhar manchetes, Ismael Ivo já era seu mais completo significado. Que descanse em paz.
Miguel Arcanjo

Ismael Ivo foi um dos nomes mais respeitados da dança brasileira em todo o mundo - Foto: Divulgação - Blog do Arcanjo 2021
Ismael Ivo (1955-2021) foi um dos nomes mais respeitados da dança brasileira em todo o mundo – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo 2021

Ícone da dança

Nascido em São Paulo em 17 de janeiro de 1955, Ismael Ivo ficou célebre na década de 1980, quando hipnotizava o público em solos que se realizava em espaços culturais do bairro do Bixiga, como Carbono 14.

Em 1982, Klauss Vianna (1928-1992) dirigia o Balé da Cidade de São Paulo e buscava modernizar a companhia. Por isso, o convidou para participar de Bolero, com coreografia de Lia Robatto e direção de Emilie Chamie, espetáculo premiado pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes).

Consagração em Nova York

A trajetória internacional de Ismael Ivo deu início em 1983, quando chegou foi para Nova York após ganhar bolsa da escola e da companhia jovem de Alvin Ailey (1931-1989).

Ismael Ivo no solo Rito do Corpo em Lua, sensação na cena de Nova York nos anos 1980 - Foto: Christa Niels/Divulgação - Blog do Arcanjo 2021
Ismael Ivo no solo Rito do Corpo em Lua, sensação na cena de Nova York nos anos 1980 – Foto: Christa Niels/Divulgação – Blog do Arcanjo 2021

Seu solo O Rito do Corpo em Lua, no La MaMa, icônico teatro experimental nova-iorquino, virou frenesi na cena cult da Big Apple.

Conquista da Europa

Em 1984 Ismael Ivo fundou as Semanas de Dança Internacional de Viena, na Áustria, em sociedade com o produtor Karl Regensburger. O evento, que cresceu e ganhou o nome de ImPulsTanz Festival, tornou-se um dos maiores da Europa.

Em 1985, mudou-se para Berlim, onde criou e apresentou vários espetáculos solo (de início no Schaubühne Theater).

Gestor cultural internacional

Paralelamente à atuação como bailarino e coreógrafo, Ismael assumiu cargos importantes na europa, tornando um gestor cultural de respeito internacional.

Entre 1997 e 2000, foi diretor da companhia German National Theater, na cidade alemã de Weimar, para a qual coreografou O Beijo no Asfalto (Kuss im Rinnstein), de Nelson Rodrigues, sob direção do diretor teatral brasileiro Marcio Aurelio.

Ismael Ivo foi importante gestor cultural de respeito internacional - Foto: Eduardo Knapp/Divulgação - Blog do Arcanjo 2021
Ismael Ivo foi importante gestor cultural de respeito internacional e estava à frente do Balé da Cidade de São Paulo – Foto: Eduardo Knapp/Divulgação – Blog do Arcanjo 2021

Entre 2005 a 2012, ocupou a função de diretor do Festival Internacional de Dança da Bienal de Veneza e do Departamento de Dança da mesma Bienal, onde concebeu o projeto Arsenalle della Danza, em 2009 – o qual solidificou-se, em 2013, no Biblioteca do Corpo, em parceria com o Sesc de São Paulo.

Com o objetivo de desenvolver e treinar jovens bailarinos profissionais, o Biblioteca do Corpo já produziu três espetáculos – No Sacre, Erêndira e Das Tripas… Coração, todos já apresentados na capital paulista.

Ao longo de sua carreira, Ismael Ivo ainda colaborou com artistas importantes da dança – como o coreógrafo alemão Johann Kresnik, o bailarino e coreógrafo japonês Ushio Amagatsu (do grupo Sankai Juku) e a bailarina brasileira Marcia Haydée, com a qual realizou os espetáculos Tristão e Isolda, Aura, Wie Callas.

Em 2010, Ismael Ivo recebeu a Ordem do Mérito Cultural do Brasil, concedida pelo Ministério da Cultura, então sob gestão de Juca Ferreira. Desde 2017, dirigia o Balé da Cidade de São Paulo e vinha se dedicado à criação da SP Escola de Dança, que agora levará seu nome, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *