Morre ator Eduardo Galvão vítima de Covid-19

Por Miguel Arcanjo Prado

O ator Eduardo Galvão morreu na noite desta segunda (7), aos 58 anos, após lutar contra a covid-19. Ele estava internado no Hospital Unimed Rio desde 28 de novembro e chegou a ser entubado, mas não resistiu às complicações causadas pelo novo coronavírus. Um dos trabalhos mais marcantes do ator na TV foi a série infantil global Caça-Talentos, na qual atuou ao lado de Angélica entre 1996 e 1998 e que revelou ainda a atriz Claudia Rodrigues. Ele interpretava Arthur Carneiro, dono da agência na qual se passava a história de Fada Bela, vivida pela apresentadora, que era apaixonada por seu personagem.

Angélica lamentou a partida do amigo. “Não consigo acreditar que essa doença te levou da gente… Tá muito difícil. Precisamos tanto da sua leveza, alegria, liberdade e carinho nesse mundo! Era sempre tão bom te encontrar, você foi um presente lindo que a fada Bela me deu uma parceria linda, mágica, Artur e fada Bela, eu e você. Obrigada por sua amizade, por ser esse cara tão especial no meu coração e no coração de tanta gente!!! Sim … porque você e uma unanimidade! Amado por todos que tiveram a oportunidade de estar mais pertinho! Descanse em paz, meu querido ‘Duardo’. Meu carinho e sentimento à família”, escreveu Angélica em suas redes sociais.

A última novela de Eduardo Galvão foi Bom Sucesso, na Globo, no ano passado, na qual deu vida ao Dr. Machado. Ele fez sete filmes e mais de 40 trabalhos na televisão, a maior parte deles na Globo, como as novelas O Salvador da Pátria, A Viagem, Em Família e Sol Nascente. Carioca, ele nasceu em 19 de abril de 1962.

Lembre outros artistas que 2020 nos levou

Eduardo Galvão entre Angélia e Claudia Rodrigues na série infantil Caça Talentos, da Globo – Foto: Divulgação

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *