FaceApp é acusado racismo por embranquecer e alisar cabelo dos usuários

O FaceApp, que vem fazendo sucesso nas redes ao trocar o gênero das pessoas, é acusado de ser racista. O motivo? Além de mudar o gênero do participante, o aplicativo também embranquece a pele do participante e alisa seus cabelos. Por isso, o aplicativo está sendo alvo de várias denúncias na internet. Há quem ainda acuse o FaceApp de coletar dados para criar algoritmos de identificação facial que fará os que brincam hoje se arrependerem no futuro. O Blog do Arcanjo mostra a repercussão:

Siga @miguel.arcanjo

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023