‘Seria importante o Brasil se proteger’, pede Marcelo Medici, que faz 1ª live

Com seu divertido personagem Mico Leão Dourado, ator participa da live especial de aniversário de 5 anos do Teatro Porto Seguro neste sábado (16) às 17h

O ator Marcelo Medici – Foto: Globo/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Nestes dias de tanta tensão, o grande ator e humorista Marcelo Medici promete fazer o povo rir nesta quarentena em sua primeira live como o personagem Mico Leão Dourado. Ele participa da série de lives dos cinco anos do Teatro Porto Seguro, neste sábado (16), a partir das 17h nas páginas do Facebook e do YouTube da importante sala paulistana. Na programação especial, Medici estará ao lado de nomes como Daniela Mercury, Irene Ravache, Fernanda Torres e Mauricio de Sousa, entre outros. Nesta conversa exclusiva com o Blog do Arcanjo, o ator falou o que deseja ao país, lembrou a importância do humor e ainda mandou o recado do Mico Leão Dourado para todos nós. Leia com toda a calma do mundo.

Miguel Arcanjo Prado – Marcelo, estamos vivendo dias complicados. O que você deseja ao Brasil neste momento?
Marcelo Medici –
Desejo ao Brasil consciência, equilíbrio, bom senso e empatia. Se o seu patrão ou seu governante disser que essa pandemia é uma bobagem, não acredite. A verdade está aí, observe o mundo, não acredite nas informações dos grupos de whatsapp. Seria tão importante o Brasil se proteger e proteger quem o ama.

Miguel Arcanjo Prado – Qual a importância do humor nestes tempos?
Marcelo Medici –
O humor tem tantas possibilidades, não é? Pode fazer uma crítica, pode informar, incentivar, sempre com o intuito final ajudar a passar por essa situação tão complicada. O humor é um olhar para o mundo, e pode ser bastante potente.

Miguel Arcanjo Prado – Qual recado o Mico Leão Dourado dá hoje ao Brasil?
Marcelo Medici –
O Mico vive ameaçado de extinção… Ele dirá: ‘Quem puder, fique em casa!’. E aos médicos, enfermeiros, farmacêuticos, funcionários de mercados, motoristas de transportes públicos e todos que estão trabalhando em serviços essenciais: ‘Meu muito obrigado. Vai passar’.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *