Carnaval de BH: Pena de Pavão de Krishna celebra Moa do Katendê e Índia

O cantor Gustavito no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Fazer a ponte entre as culturas indiana e afro-brasileira é o destaque do bloco Pena de Pavão de Krishna, um dos mais tradicionais do Carnaval de Belo Horizonte. A folia este ano foi no bairro Cidade Nova, com uma multidão de rosto pintado de azul, como a entidade sagrada indiana que dá nome ao bloco.

Neste ano, o grande homenageado foi o mestre Moa do Katendê (1954-2018), assassinado em Salvador  por um eleitor de Bolsonaro nas eleições de 2018. Antes de seu trágico fim, o mestre baiano fundador do Afoxé Badauê compôs para o PPK o afoxé “Caetaneou”, entoado na folia. O PPK inclusive lançou o clipe da canção com participação do próprio Mestre Moa. Veja:

“Moa do Katendê não pode ser esquecido, pois sua figura é de extrema importância para a cultura popular brasileira e a sua expansão e novas ressignificações no processo de interação entre os diferentes estados do país. Seu assassinato se deu em razão de uma discussão política, e isso é mais um motivo para lembrar a injustiça e intolerância que este ato representa”, diz o cantor Gustavito, um dos fundadores do bloco.

“Principalmente nesse momento histórico que atravessamos, onde o ódio ganha espaço de expressão, consideramos fundamental reiterar nosso repúdio a toda forma de violência e lamentar a brutalidade dos fatos. Rendemos homenagens e afirmamos o que é positivo: a herança de música, dança e alegria que ele deixou”, conclui.

O Blog Miguel Arcanjo mostra mais imagens do desfile do PPK.

O cantor Raphael Sales no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

A cantora Leopoldina Azevedo no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

O músico e produtor Manuel Andrade no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Lola Lessa, coreógrafa da ala de dança no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Detalhe do estandarte no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020; à direita Maíra Buzelin- Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Detalhe da ala de dança no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Encontro de gerações no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Culturas indianas e afro-brasileiras no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Adornos indianos foram o ponto forte no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Detalhe da bateria azul no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Detalhe da bateria no desfile do Pena de Pavão de Krishna, o PPK, no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Sereno Millard/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

 

Leia + sobre Carnaval de BH

Após tensão, Angola Janga atrai multidão negra

Gente voando marca megabloco em BH

Aglomerado da Serra faz folia do passinho

Djonga se destaca e foliões xingam Bolsonaro

Blocos afro se reúnem no encontro Kandandu

Bloco feminista taca fogo no machismo

Apaetucada aposta em inclusão na folia

Tensão com PM marca desfile do Roda

Blocos de BH acusam PM de perseguição

Carnaval de BH espera 5 milhões

Crianças fofas encantam no Fera Neném

>>Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...