Héctor Babenco ganha mostra de filmes no Reserva Cultural em SP

O cineasta Hector Babenco em 2015- Foto: Junior Lago/UOL – Blog @miguel.arcanjo

Um dos maiores nomes do cinema latino-americano e indicado ao Oscar de Melhor Direção, um feito histórico em 1986 por “O Beijo da Mulher Aranha”, Héctor Babenco (1946-2016) é homenageado em São Paulo com uma mostra especial no cinema Reserva Cultural, na av. Paulista, 900. Oito filmes de Héctor Babenco (1946-2016) são reapresentados ao público. A mostra foi aberta no último dia 7, com o clássico “Pixote”. No dia 12, é a vez de “O Rei da Noite”; já no dia 19, “Coração Iluminado”. Dia 26 é exibido “O Passado”, seguido de “Lucio Flavio” no dia 4 de março. Já em 11 de março passa “Brincando nos Campos do Senhor”. No dia 18 de março é a vez de “O Beijo da Mulher Aranha”. A mostra termina com “Carandiru” no dia 25 de março. A ação faz parte do lançamento comercial do tocante documentário “Babenco – Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” (leia a crítica), de Bárbara Paz, premiado nos festivais de Veneza, na Itália, e Mumbai, na Índia.

>>> Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...