Corra pra ver: 5 filmes imperdíveis do Festival In-Edit em SP

“Meu Amigo Fela”, de Joel Zito Araújo, e “O Barato de Iacanga”, de Thiago Mattar: filmes imperdíveis no Festival In-Edit, em SP – Fotos: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo – UOL

Até 23 de junho o público paulistano tem chance rara de ver excelentes filmes documentários musicais no 11º In-Edit – Festival Internacional do Documentário Musical. O evento começou no último dia 12 e traz 57 títulos. Além dos 21 longas internacionais, há 36 filmes do Brasil, o que só mostra a força do documentário que retrata a música por aqui. O Blog do Arcanjo selecionou cinco filmes imperdíveis dentro da farta programação.

“O Barato de Iacanga”, de Thiago Mattar
O filme recupera a desconhecida história do Woodstock Brasileiro, o impressionante Festival de Águas Claras, com nomes como João Gilberto, Gil, Gonzagão e Gonzaguinha no interior paulista.
Onde ver: 18/6, 19h, SPCineOlido; 20/6, 16h, Cinemateca Brasileira.

“Meu Amigo Fela”, de Joel Zito Araújo
A história do grande músico nigeriano pela ótica de seu grande amigo, o africano-cubano Carlos Moore, com direito a um mergulho no ativismo negro nas décadas de 1960 e 1970 que influencia o mundo até hoje.
Onde ver: 16/6, 18h, SPCine Olido; 21/06, 16h, SPCine Lima Barreto CCSP

“Memórias do Grupo Opinião”, de Paulo Thiago
Em plena época de chumbo da ditadura militar, um grupo de jovens artistas forma uma trupe teatral que teve estrelas como Nara Leão, Maria Bethânia, Cartola, Zé Keti e João do Vale, promovendo o encontro da favela com o asfalto no palco.
Onde ver: 16/6, 20h, SPCine Lima Barreto CCSP; 18/6, 15h, CineSesc; 21/6, 16h, Cinemateca Brasileira

“Dorival Caymmi, um Homem de Afetos”, de Daniela Broitman
A história do homem que colocou a música baiana no mapa e influenciou diversas gerações, além de ter deixado seu próprio clã familiar de excelentes músicos.
Onde ver: 16/6, 18h, SPCine Lima Barreto CCSP; 23/6, 16h, Cinemateca Brasileira

“Alceu Valença – Na Embolada do Tempo”, de Paola Vieira
A história de um dos grandes nomes da música do Nordeste que conquistou o Brasil a partir dos anos 1970. O longa é repleto de arquivos raros e depoimentos emocionantes.
Onde ver: 19/6, 16h, SPCine Lima Barreto CCSP

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Miguel Arcanjo Prado (@miguel.arcanjo) em

Você pode gostar...