Crítica: Eva Wilma e Suely Franco dão show de atuação no teatro em SP

Suely Franco e Eva Wilma contracenam em “Quarta-Feira, sem Falta, Lá em Casa” no Teatro Porto Seguro: show de atuação das grandes atrizes – Foto: Jonatas Marques – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Como é bom poder ver duas grandes atrizes contracenando no palco. O público paulistano tem esta oportunidade ao ver “Quarta-feira, sem Falta, Lá em Casa”, que une Eva Wilma, 84 anos, e Suely Franco, 78, em um poderoso embate, no qual dão show de atuação.

A montagem do texto de Mário Brasini sob direção de Alexandre Reinecke, com assistência de Sara Freitas, aposta justamente no farto potencial das duas estrelas em cena, em um jogo que capta a atenção e o coração do público.

Eva é Alcina, mulher que, aparentemente, seguiu todas as regras e convenções conservadoras em busca da “família perfeita”. Já Suely é Laura, mulher que não abriu mão da própria liberdade e felicidade na construção de sua trajetória repleta de independência.

Contudo, nesta amizade de décadas, marcada pelo encontro semanal que titula a obra, há um segredo inconfessado que precisa vir à tona.

E é neste embate que as atrizes crescem, sobretudo Suely Franco, fazendo uma incrível virada da comédia para um intenso drama no qual sua impressionante força se sobressai.

A peça, escrita na década de 1970 — quando teve Eva Todor e Henriette Morineau, sendo depois montada entre 2005 e 2006 com Beatriz Segall e Myriam Pires, depois substituída por Nicette Bruno —  ainda assusta por sua atualidade, sobretudo por expor o modo de pensar de uma elite brasileira defensora de certa moral que ela própria não segue fora dos holofotes, revelando sua hipocrisia.

Completam o time da peça produzida pela Chaim com produção executiva de Ana Dulce Pacheco e assistência de Catarina Milani: Matheus Macedo na iluminação funcional, Kleber Araújo na trilha que serve ao diálogo entre as atrizes e Fábio Namatame, com figurinos simplórios, mas elegantes, assim como o cenário assinado pelo próprio diretor.

“Quarta-feira, sem Falta, Lá em Casa” é o grande encontro de duas fabulosas atrizes, Eva Wilma e Suely Franco, em uma peça que descortina convenções e preconceitos arraigados e repetidos de forma automática como forma de esconder uma abissal solidão.

Crítica por Miguel Arcanjo Prado
“Quarta-feira, sem Falta, Lá em Casa”, com Eva Wilma e Suely Franco
Avaliação: Muito Bom ✪✪✪✪
Quando: Sexta e sábado, 21h, domingo, 19h. 75 min. Até 25/11/2018
Onde: Teatro Porto Seguro (al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, São Paulo)
Quanto: R$ 35 a R$ 90
Classificação etária: 12 anos

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Please follow and like us: