Bailarinos impactam transeuntes nas ruas e praças de São Paulo

Jorge Garcia e Roberto Alencar em cena de SETe, intervenção do Grupo Grua em São Paulo – Foto: Leandro Moraes – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Se vir bailarinos fazendo uma cena por aí em São Paulo pode ser que você tenha acabado de se encontrar com os integrantes da intervenção “SETe”, do grupo Grua (Gentlemen de Rua).

A obra é dirigida por três ex-bailarinos do Balé da Cidade de São Paulo, Jorge Garcia, Osmar Zampieri e Willy Helm, e dançada por Jorge e Osmar acompanhados de cinco outros bailarinos: Henrique Lima, Fernando Martins, Jerônimo Bittencourt, Roberto Alencar e Alexandre Magno.

Vestidos com figurinos de João Pimenta, eles causam impacto nos transeuntes.

“São atos poéticos que se relacionam com alguns experimentos que fizemos nos últimos meses”, diz Jorge Garcia.

Ele revela que as vivências do grupo no rio São Francisco e em comunidades ribeirinhas na região de Belo Horizonte foram decisivas para a criação, explicando seu título. “Foram cinco dias de imersão em que a dramaturgia foi ficando mais evidente e descobrimos nuances que deveriam ser mais aprofundadas em SETe”, fala o coreógrafo.

Nesta semana, já teve apresentações nas praças Roosevelt e Ramos, no centro. Nesta quarta (15), eles podem ser vistos no Largo da Batata, em Pinheiros, às 14h, e nesta quinta (16), às 16h. Ainda nesta quarta, às 19h, se apresentam ainda na Ocupação 9 de Julho. Já na sexta (17), às 16h, é a vez do Parque da Luz.

Depois, o grupo se concentra em um filme sobre dança com direção de Heitor Dhalia.

Siga Miguel Arcanjo Prado

Você pode gostar...