Peça erótica de amigo de Freud é montada pela 1ª vez no Brasil: Anatol

O ator Bruno Barchesi na peça Anatol, nova montagem do Grupo Tapa – Foto: Ronaldo Gutierrez – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

O Grupo Tapa, um dos mais premiados da cidade de São Paulo, estreia nova peça no dia 3 de agosto. Trata-se do erótico texto “Anatol”, inédito no Brasil e escrito pelo dramaturgo e médico austríaco Arthur Schnitzler (1862-1931).

A temporada vai até 26 de agosto, com sessões sexta e sábado, 21h, e domingo, 19h, com ingresso a R$ 20 e R$ 10, no Teatro João Caetano (r. Borges da Lagoa, 650, na Vila Mariana).

A peça foi o primeiro texto teatral escrito pelo polêmico autor vienense, que flertava com as ideias do amigo psicanalista Sigmund Freud (1856-1939) sobre a sexualidade humana.

Dividida em seis curtos episódios, com diálogos carregados de humor ácido, a peça traça as aventuras e desventuras de um Don Juan moderno em sua busca incessante de prazer em relações sexuais desprovidas de afeto.

Por sua cama passam amantes de distintas posições sociais e com comportamento à frente de seu tempo para o século 19.

O pano de fundo é a efervescente Viena na virada do século 19 para o 20, terreno fértil de novas ideias que mudariam a vida cultural europeia.

Ainda pouco conhecido no Brasil, Schnitzler também é autor de La Ronde (“A Ciranda”), que foi censurada em 1903 por ter um forte conteúdo erótico semelhante ao existente em “Anatol”.

Estão no elenco da obra dirigida por Eduardo Tolentino de Araújo os atores Adriano Bedin, Antoniela Canto, Ariel Cannal, Athena Beal, Bruno Barchesi, Camila Czerkes, Cinthya Hussey, Isabella Lemos e Natalía Moço.

Siga Miguel Arcanjo Prado

Você pode gostar...