Diretor comemora consagração de Adeus, Palhaços Mortos no FIT Rio Preto

José Roberto Jardim, diretor da peça Adeus Palhaços Mortos, sucesso no FIT Rio Preto – Foto: Roberto Ikeda – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Por Miguel Arcanjo Prado
Enviado especial a São José do Rio Preto (SP)*

O espetáculo “Adeus, Palhaços Mortos” fez sucesso em sua passagem pelo FIT Rio Preto 2018, o Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, promovido entre 5 e 14 de julho pelo Sesc São Paulo e a Prefeitura de Rio Preto no interior paulista. A peça teve duas disputadas sessões no Teatro Municipal Humberto Sinibaldi, e agradou ao público do evento.

“O FIT Rio Preto foi nosso grande festival brasileiro. Ele tem uma curadoria que me encheu de orgulho, com uma pluralidade de visões teatrais cênicas. Isso mostra um poder, uma pujança da busca da arte brasileira”, afirma José Roberto Jardim, diretor e adaptador da peça escrita pelo romeno Matei Visniec.

Leia crítica de Miguel Arcanjo Prado para “Adeus, Palhaços Mortos”

“Vi uma efervescência rica e plural acontecendo em Rio Preto, um panorama do que ocorre no Brasil e no mundo”, afirma.

Ele recorda que a peça com os atores Laíza Dantas, Paula Hemsi e Maurício Schneider também foi muito bem recebida internacionalmente.

“Nos apresentamos em Taiwan, no World Stage Design, e também na Turquia, no Festival do Mar Negro”, lembra.

Público aplaude de pé Adeus Palhaços Mortos no FIT Rio Preto – Foto: Vivian Gradela – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

A montagem consagrada pelo público e pela crítica segue para completar 80 apresentações neste domingo (15), no Teatro Municipal de Botucatu, também no interior paulista.

O diretor revela que a peça ainda tem mais caminho pela frente.

“Ainda vamos fazer a Caixa Cultural de Curitiba em agosto, e em dezembro vamos para a Caixa Cultural do Rio”, adianta.

“Vamos viajar mais três capitais até o fim do ano com apoio da Petrobras”, complementa.

Com várias indicações, a peça da Academia de Palhaços abocanhou vários prêmios.

“Ganhamos melhor cenário no Prêmio Shell, e Melhor Direção, júri popular e técnico, e melhor espetáculo de grupo no Aplauso Brasil, no Rio tivemos direção APTR e Questão de Crítica direção, sonoplastia e cenário”, conta Jardim.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Sesc São Paulo e do FIT Rio Preto.

Confira a programação completa do FIT Rio Preto  

Siga Miguel Arcanjo Prado

Você pode gostar...