Maikon K se fere com motosserra durante performance O Ânus Solar no FIT

    Maikon K em cena da performance anterior “DNA de DAN”: ele feriu a perna com um corte acidental e superficial com uma motosserra na estreia de seu novo trabalho, “O Ânus Solar”, no FIT Rio Preto – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Por Miguel Arcanjo Prado
Enviado especial a São José do Rio Preto (SP)*

Principal nome da performance brasileira atual, Maikon K feriu sua perna com uma motosserra, de forma acidental e superficial, durante a estreia de seu novo trabalho, “O Ânus Solar”, neste domingo (8), no FIT Rio Preto, o Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, no interior paulista.

Maikon K utilizou o Facebook para falar sobre o episódio na noite de domingo. Do hospital, postou a seguinte mensagem.

“Gente, estou bem. O corte foi superficial, fui muito bem atendido pelos médicos e levei alguns pontos. Não se preocupem”, disse Maikon K.

O Ânus Solar

Em “O Ânus Solar”, o performer flerta com a música, a dança e o teatro para tecer uma contundente crítica ao lugar e à função da arte na sociedade atual, bem como a pouca valorização dos artistas, explicitada por ele com a contribuição do público em uma das cenas. Ele ainda alfineta o discurso de ódio presente em determinados setores sociais.

A partir do texto homônimo do francês Georges Bataille (1897-1962), Maikon K utiliza o ânus como metáfora de tudo aquilo que rejeitamos em nós mesmos, buscando iluminar o que permanece oculto, em uma performance desconcertante.

Leia também: 
Lula Livre e Não Recomendados marca FIT Rio Preto
Soldado da PM que beijou homem no metrô faz desabafo
FIT Rio Preto abre com música de Gonzagão e fogos 
Racismo e repressão são temas do FIT Rio Preto

Grande impacto no público

Neste FIT Rio Preto, com lotação esgotada, a apresentação “O Ânus Solar”, causou grande impacto no público. O momento em que o performer se cortou, enquanto manipulava uma motosserra em cima de uma cama, aconteceu logo no começo da performance.

Mesmo machucado e com o sangue escorrendo por sua perna, Maikon K decidiu continuar até o fim, por cerca de mais uma hora. Por sorte, o corte não foi muito profundo.

Bombeiros chegaram a interromper uma cena, a pedido do artista, para amarrar uma faixa em sua perna e estancar o sangramento.

Assim que a performance acabou, Maikon K foi levado para um hospital.  Amigos do artista ouvidos pelo Blog do Arcanjo no UOL afirmaram que ele não corre risco.

Maikon K com a motosserra em cena de sua performance O Ânus Solar – Foto: Lauro Borges – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

“Ele foi bravíssimo”, diz atriz Patricia Saravy, amiga de Maikon K

Amiga de Maikon K, a atriz Patricia Saravy, interlocutora artística da performance, esteve com Maikon no camarim pouco antes de ele ser levado ao hospital. “Ele foi para o hospital para fazer uma limpeza no corte, cuidar do ferimento e tomar os medicamentos necessários”, revelou.

“O Maikon passou em cena o que o texto de ‘O Anus Solar’ fala, dessa dilaceração dos corpos e da arte atualmente. No texto, ele fala que a única coisa que não pode ser transcendida é o corpo. Ele foi bravíssimo”, pontuou a amiga atriz.

Referendado por Marina Abramović

Maikon K é o maior nome atual na performance brasileira. Ele foi referendado por Marina Abramović, a mais importante performer do mundo, sendo um de seus pupilos no Brasil.

A organização do FIT (Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto) informou que o artista Maikon K passa bem. Segundo a organização do festival, o artista foi “prontamente atendido pela equipe de socorristas do festival, presente no local”.

Ainda de acordo com o FIT Rio Preto, “por vontade própria, o artista decidiu continuar a apresentação até o final”.

“Após o espetáculo, Maikon K foi encaminhado para atendimento médico. A sessão de ‘O Ânus Solar’ do dia 9, segunda, na programação do FIT, será apresentada normalmente”, informou o FIT Rio Preto. “Os ingressos para a última apresentação, nesta segunda (9), às 20h, no Auditório Swift, estão esgotados”, avisa a coordenação do mais importante e tradicional festival de artes cênicas no interior paulista e um dos principais do Brasil.

Prisão violenta por nudez em obra artística

No ano passado, Maikon K foi preso de forma violenta pela Polícia Militar do Distrito Federal porque fazia a sua performance “DNA de DAN” em frente ao Museu da República, em Brasília, no Festival Sesc Palco Giratório. Na performance, ele ficava nu, com o corpo envolto em líquido viscoso, dentro de uma bolha gigante e transparente.

Por conta da nudez do artista, policiais rasgaram a bolha da performance no meio de sua apresentação, o prenderam de forma arbitrária, e o levaram em um camburão para a delegacia.

Após a forte repercussão do caso, Maikon K foi imediatamente solto, e o Governo do Distrito Federal lhe pediu desculpas pela ação truculenta de sua polícia.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do FIT Rio Preto.

O performer Maikon K no 27º Festival de Curitiba – Foto: Annelize Tozetto/Divulgação – Blog do Arcanjo/UOL

 

Você pode gostar...