Rapidinhas: Esgotados ingressos para 3 peças do Festival de Curitiba

“A Visita da Velha Senhora”, “Preto” e “Grande Sertão: Veredas”: ingressos esgotados no Festival de Curitiba – Fotos: João Caldas/Tiago Lima/Roberto Pontes/Divulgação

Acabou
Apesar de começar só no dia 27 de março, o Festival de Curitiba já viu esgotarem os ingressos para três espetáculos: “Grande Sertão: Veredas”, “Preto” e “A Visita da Velha Senhora”. Coisa boa.

Para todos
De olho na ampliação do acesso e da inclusão social em suas atrações, o Guritiba, a mostra infantil do Festival de Curitiba, traz “Oliver Twist”, adaptação da obra homônima de Charles Dickens, com intérprete de libras e “Eufonia”, da Cia dos Pés, com áudio-descrição. Já o “Gente Que Brinca”, com brincadeiras múltiplas que não “plugam nas tomadas” e que podem ser realizadas por pais e filhos, serão oferecidas gratuitamente no MON (Museu Oscar Niemeyer), além do show “Rockinho”, com um repertório de clássicos do rock, como David Bowie, Beatles, Nirvana, também de graça. Sons de primeira qualidade.

Cena do espetáculo “Gira”, do Grupo Corpo, que abrirá o Festival de Curitiba – Foto: Divulgação

Dança afro
O Grupo Corpo foi convocado para abir o Festival de Curitiba com o espetáculo que é considerado uma de suas obras primas, “Gira”, na noite de 27 de março, no tradicional Teatro Guaíra. A companhia de dança ainda se apresenta nos dias 28 e 29 de março com o programa duplo aberto ao público “Dança Sinfônica + Gira”. É a primeira vez que “Gira” é apresentada em Curitiba. Que bom.

Ancestralidade
De acordo com os curadores da Mostra 2018 do Festival de Curitiba, Guilherme Weber e Márcio Abreu, “Gira” traz “os corpos carne e os corpos espírito dos bailarinos em uma celebração da identidade nacional através da leitura de Pederneiras e do grupo Metá Metá para ritos religiosos que recriaram no Brasil uma África simbólica e sua memória de origens fundantes”. É isso mesmo.

Ex-VJ da MTV China vai participar do Guritiba – Foto: Leco de Souza/Divulgação

Ex-MTV
O Guritiba ainda traz “Coisinha”, a banda infantil idealizada pelo ex-VJ da MTV Brasil China, com vocal de Lula Lira, filha do cantor Chico Science, em um show com composições próprias e também do cancioneiro infantil, com obras de Vinicius de Moraes, Balão Mágico e Trio esperança. As apresentações de Coisinha também serão gratuitas. Imperdível.

Cearenses em cena
A Mostra Cena Ceará no Festival de Curitiba terá quatro espetáculos com propostas estéticas variadas vindos da cena de Fortaleza. O Grupo Pavilhão da Magnólia e a Cia Prisma de Artes vão marcar presença no maior festival de artes cênicas do país. Fazem muito bem.

Diogo Portugal comanda o Risorama no Festival de Curitiba – Foto: Divulgação

Rir sem culpa
A curadoria do Risorama, a mostra de stand-up do Festival de Curitiba, é assinada mais uma vez por Diogo Portugal, seu idealizador. Serão seis sessões de puro riso. “Este ano pensei em convidar diferentes perfis de humoristas. Temos nomes que são destaques na televisão e na internet, bem como uma mistura entre novos nomes e os mais experientes. Essa é a essência do Risorama, ser um encontro de comediantes, por meio de uma divertida troca de experiências”, explica. Não faltarão gargalhadas.

Cléo De Páris em cena do filme “Primavera”: aniversário neste domingo (18) – Foto: Reprodução/Divulgação

Toda a felicidade do mundo
Cléo De Páris, a atriz e musa eterna da praça Roosevelt, faz aniversário neste domingo (18). A coluna manda os parabéns.

Musa do cinema
Falando nisso, Cléo De Páris faz participação no longa “Primavera”, que foi exibido com sucesso recentemente em Portugal e estreia em breve no Brasil. É colega de elenco de Ana Paula Arósio e Ruth de Souza. Eita.


Cena do ensaio de “Diga que Você Já me Esqueceu”: Dan Rosseto dirige os atores Juan Manuel Tellategui e Larissa Ferrara – Foto: Divulgação

Corra, Lola, corra
O produtivo diretor e dramaturgo Dan Rosseto está na reta final de ensaios de sua quinta peça neste 2018. “Diga que Você Já me Esqueceu” tem pré-estreia no dia 24 de março e estreia para o público marcada para 31 de março no Teatro Viradalata, em São Paulo. Anotou?

Inspiração
“Diga que Você Já me Esqueceu” é uma tragicomédia expressionista inspirada no universo do autor Nelson Rodrigues com produção de Fabio Camara. Não perca.

Jé Oliveira comemora circulação pelo Brasil no Palco Giratório de “Farinha com Açúcar” – Foto: Bob Sousa

Gira
Jé Oliveira, ator do Coletivo Negro cada vez mais músico também, está rindo à toa. O motivo? Sua peça “Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens” integra o projeto Palco Giratório do Sesc. A estreia será no próximo dia 24 de março, no Sesc Palladium de Belo Horizonte. Terra natal deste vosso colunista.

Andando por aí
“De março a novembro estaremos em turnê nacional e passaremos pelos seguintes estados: Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Distrito Federal, Ceará, São Paulo, Santa Catarina, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Maranhão e Paraná”, conta Jé Oliveira. Todo sorridente.

Discurso
“Poder circular com esse trabalho, em cartaz pelo terceiro ano consecutivo e tributário ao legado dos Racionais MC’s, por todo país, especificamente neste ano, é motivo de muita felicidade e possibilidade de exercer alguma influência no rumo que o país pode tomar… Poucos trabalhos que tratam dos assuntos que tratamos tiveram essa possibilidade: levamos conosco todas as gerações e empenhos artísticos inglórios devido à estrutura excludente, racista e insensível da nossa sociedade”, pontua Jé Oliveira. Falou e disse.

O Pedro Casali faz espetáculo para homenagear o pai – Foto: Ana Alexandrino/Divulgação

Álbum de família
O ator e comediante Pedro Casali homenageia seu falecido pai com sensibilidade e humor em “Solo Ideal: Arenoso”. Do fundo do coração.

Serviço
A peça está no Teatro Pequeno Ato, em São Paulo, até até 27 de abril, com sessões às sexta-feiras, às 21h. Ingressos R$40 e R$20. Vai, gente.

Peça infantil mostra sumiço dos bichos no CCBB-SP – Foto: Jonatas Marques/Divulgação

Pequeninos
O Grupo XIX de Teatro faz seu primeiro espetáculo infantil: “Hoje O Escuro Vai Atrasar Para Que Possamos Conversar” está em cartaz no no Centro Cultural Banco do Brasil-SP. Sessões aos sábado, às 11h, com ingressos a R$20 e R$10, na temporada que vai até 23 de junho. Os pequeninos vão amar.

Cadê os bichos?
A trama se passa num vilarejo, onde não existem mais animais. As personagens partem para a floresta na tentativa de descobrir o que aconteceu. A obra trata de temas como o bullying, discriminação e respeito às diferenças. Tudo isso com direito a um passeio pelos bastidores do teatro durante a peça. Então, tá.

Sabrina Denobile: ela mostra crescimento como atriz em “O Incrível Mundo dos Baldios”, do Satyros – Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Elogio
No papel da evangélica que pouco fala, Sabrina Denobile é o centro nevrálgico da cena que faz ao lado de Márcia Daylin e Gustavo Ferreira em “O Incrível Mundo dos Baldios”, nova peça dos Satyros em cartaz de quinta a domingo no Satyros Um da praça Roosevelt. Ela demonstra que se transformou em uma baita atriz. Corra pra ver.

Texto, pra quê?
Em cena, Sabrina Denobile desmistifica a obsessão que muitos atores têm pelo texto. Quase sem falas e apenas com excelentes reações, ela mostra que um bom ator não precisa de longos diálogos ou solilóquios para brilhar em cena. Basta ter talento lapidado. Danada.

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook
Siga Miguel Arcanjo no Twitter

Please follow and like us:
Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos