Amor de Jorge Amado e Zélia Gattai vira peça

Zélia Gattai e Jorge Amado na Casa do Rio Vermelho: amor dos escritores vira peça de teatro em SP – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Jorge Amado e Zélia Gatai formaram o casal mais apaixonado da literatura brasileira.

Parte deste amor foi registrado por Zélia em seus livros, como “A Casa do Rio Vermelho”, no qual a autora rememora a movimentada residência baiana do casal, frequentada por nomes como Glauber Rocha, Pablo Neruba, Tom Jobim, Jean-Paul Sartre e Sonia Braga.

O livro inspira a peça “Na Casa do Rio Vermelho – O Amor de Zélia e Jorge”, monólogo com Luciana Borghi sob direção de Renato Santos, que estreia dia 29 de setembro, no Teatro Décio de Almeida Prado, em São Paulo.

“Zélia Gattai é uma mulher que faz parte da construção da identidade brasileira. Ela é a alma do mundo que deu ao baiano Jorge Amado as conexões com o feminino, que transcende Tieta, Gabriela, Tereza Batista. Zélia é o amor da vida dele”, diz Luciana.

Luciana Borghi é Zélia Gatai no monólogo – Foto: Divulgação

A escritora Paloma Jorge Amado, filha de Jorge e Zélia, viu uma versão prévia do espetáculo em Salvador, quando foi apresentado na Casa do Rio Vermelho, hoje um memorial sobre o casal.

Paloma Jorge Amado gostou do espetáculo sobre seus pais – Foto: Divulgação

“De repente, surge Luciana/Zélia, igualzinha uma a outra. A mesma doçura, a mesma força, o mesmo rosto bonito e delicado. E por que não dizer que o canto era igual, o amor e os ciúmes também. Agora a peça estreia completa, au grand complet, diria dona Zélia!”, comemora.

“E eu estou na maior felicidade porque muita gente poderá conhecer mais de minha mãe, esta mulher formidável, e o fará pelas mãos delicadas de Luciana Borghi, mãos, rosto, voz, sensibilidade”, define Paloma.

A obra celebra o centenário da autora, fotógrafa e memorialista paulistana, descendente de imigrantes italianos.

Na trilha, músicas de Dorival Caymmi e Vinicius de Moraes, frequentadores da famosa casa, assim como este colunista, que tem um orgulho danado de dizer ao quatros ventos ser afilhado de Dona Zélia.

Na Casa do Rio Vermelho – O Amor de Zélia e Jorge
Teatro Décio de Almeida Prado. R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste. Tel. 3079-3438.
De 29/09 a 29/10/2017. Sáb., 21h. Dom., 19h. +16. R$20

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Você pode gostar...