Após ponta em Sense8, Bruno Fagundes recusa TV para fazer 2 peças: É alucinante!

Bruno Fagundes está no musical “Senhor das Moscas” e na comédia “Baixa Terapia” – Foto: Jonas Tucci

Por Miguel Arcanjo Prado

Após fazer uma ponta na segunda temporada da série da Netflix “Sense8”, o ator Bruno Fagundes, filho do ator Antonio Fagundes, só quer saber de teatro. Tanto que está em cartaz em duas peças ao mesmo tempo em São Paulo — o que o fez recusar dois papéis em séries da TV paga recentemente.

De quinta a sábado, às 15h, e domingo, às 14h30, ele está no musical “Senhor das Moscas”, com entrada gratuita no Teatro do Sesi (av. Paulista, 1313, metrô Trianon-Masp).

Já sexta, às 21h30, sábado, às 20h, e domingo, às 19h, ele pode ser visto na comédia “Baixa Terapia”, ao lado do pai, Antonio Fagundes, e da mãe, Mara Carvalho, no Tuca (r. Monte Alegre, 1024), com entrada entre R$ 60 e R$ 80.

Bruno Fagundes conversou com o Blog do Arcanjo do UOL sobre este momento de trabalho farto.

Leia com toda a calma do mundo.

Miguel Arcanjo Prado — Como é fazer dois espetáculos ao mesmo tempo?
Bruno Fagundes — É alucinante! Estou vivendo uma maratona teatral sem precedentes! Seu nível de concentração e entrega fica muito elevado. A exaustão não é só física , é mental. Mas, de certo modo, também é muito entusiasmante sair correndo de um ensaio e ir pra outro. Acabei descansando de uma peça, vivendo a outra. E tive a confirmação absoluta de que amo o que faço.

Miguel Arcanjo Prado — Na peça “Baixa Terapia” você contracena com seus pais. Trabalhar com o pai e a mãe é difícil? Vocês separam o pessoal do profissional ou é tudo junto e misturado?
Bruno Fagundes — Nada disso! Somos extremamente profissionais. Colegas de cena, jogando, crescendo juntos, investigando. A diferença é o camarim, aí sim, nos abraçamos muito.

Bruno Fagundes precisou recusar papéis em duas séries na TV fechada por conta das duas peças que está em cartaz – Foto: Jonas Tucci

Miguel Arcanjo Prado — Qual a vantagem e qual a desvantagem de ser filho do Antonio Fagundes?
Bruno Fagundes — Não existe nem um nem outro. Sou grato pela educação que tive e pelos pais maravilhosos que tenho. Mas também não tem desvantagem. O que acontece na maioria das vezes é um pre-julgamento a respeito do meu trabalho, mas não ligo pra isso, porque é um preconceito. Sou um jovem ator batalhando pra pagar minhas contas e conquistar meu espaço, como qualquer outro jovem ator. Quem acompanha minha carreira sabe.

Miguel Arcanjo Prado — Você canta neste musical “Senhor das Moscas”, dirigido por Zé Henrique e a Fernanda Maia. Fez algum preparo especial? Já cantava antes?
Bruno Fagundes — Sim! Nosso preparo físico, vocal, emocional foi intenso. Quase quatro meses de ensaios diários, uma rotina bem puxada. É a peça mais difícil que já fiz na vida, então, digo que me preparei a vida toda pra viver este personagem. Estou usando todas as minhas ferramentas, tudo que sei.

Miguel Arcanjo Prado — Além do teatro, você tem algum projeto para TV e cinema?
Bruno Fagundes — Por conta dessa dupla jornada teatral maravilhosa estou com a agenda meio complicada. Tive que recusar duas oportunidades de série em TV fechada por essa razão. Mas foi uma escolha que fiz há muito tempo. O teatro é minha vida. Mas estou na torcida de achar uma produção louca que rode nas madrugadas, assim terei tempo! [risos]

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Morre pai do Padre Marcelo: “Até a eternidade” Colplay cancela shows no Brasil por doença de Chris Martin Marilyn Monroe, Blonde: Curiosidades do filme Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes