Ator estreante, Michel Teló sofreu para decorar texto de Bem Sertanejo – O Musical

Michel Teló estreia como ator em “Bem Sertanejo – O Musical” – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A ansiedade é grande para o cantor Michel Teló nesta sexta (21). Afinal, às 22h, ele estreia como ator no palco do Tom Brasil, em São Paulo, na superprodução “Bem Sertanejo – O Musical”.

O espetáculo traz o mesmo nome do recente quadro que o músico teve no “Fantástico”, na Globo. Apesar de ser acostumado ao palco, o cantor passou por novos aprendizados durante os exaustivos ensaios.

O maior perrengue foi conseguir ter o texto na ponta da língua. “É muito novo ter texto para decorar, ter que interpretar um personagem, aprender as marcações diferentes, estar em cima do palco para um musical é diferente”, conta Michel Teló.

Mesmo com tanto esforço, ele não reclama: “Tem sido um desafio muito bacana”, avalia o cantor e agora também ator, que divide o palco com Lilian Menezes, Sergio Dalcin, Alan Rocha, Cristiano Gualda, Daniel Carneiro, Gabriel Manita, Jonas Hammar, Luiz Nicolau, Pedro Lima e Rodrigo Lima.

Elenco canta 56 hits da música sertaneja dos anos 1920 aos tempos atuais – Foto: Divulgação

Gustavo Gasparani, responsável pela dramaturgia e a direção, diz que voltou à infância ao construir o espetáculo: “Proponho uma viagem pelos nossos interiores, resgatando o sertão que há em cada um de nós”.

Para Aniela Jordan, da Aventura Entretenimento, responsável pela produção, o espetáculo encontra acolhida no crescimento da música sertaneja nos últimos anos, o que fez surgir um público ávido por produções com a temática.

“Foi feita uma pesquisa profunda para viabilizarmos essa ideia”, revela a produtora, antes de avisar ao espectador: “O público precisa atentar que não se trata de um show de música sertaneja. É linguagem teatral”.

O musical vai desde as origens do sertanejo brasileiro na década de 1920 até os tempos atuais, com 56 hits no repertório que traz nomes como Tonico e Tinoco, Almir Sater, Sérgio Reis, Renato Teixeira, Zezé Di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo e Gusttavo Lima, entre outros.

“A música sertaneja veio quebrando barreiras. É a raiz do povo. Antigamente, se falava da vida no sertão e, hoje, se fala da vida dessa galera nova, da cidade. E as pessoas se identificam”, filosofa Teló.

“Bem Sertanejo – O Musical” vai viajar pelo Brasil após estreia em SP – Foto: Divulgação

“Bem Sertanejo – O Musical”
São Paulo – SP – 21 a 23 de abril (Tom Brasil) – 22h (21 e 22/04) e às 20h(23/04)
Porto Alegre – RS – 28 a 30 de abril (SESI) – 21h (28 e 29/04) e às 20h (30/04)
Curitiba – PR – 05 a 07 de maio (Guaíra) –  21h (05 e 06/05) e às 19h(07/05)
Rio de Janeiro –  RJ – 10 a 12 de maio (Teatro Municipal) – 20h30m
Brasília – DF – 19 a 21 de maio (CICB) – 21h (19 e 20/05) e 20h (21/05)
Belo Horizonte – MG – 27 a 28 de maio (Minas Centro) –22h (27/05), 16h e 20h (28/05)
Ribeirão Preto – SP – 02 a 04 de junho (Centro de Eventos) – 21h (02 e 03/06) e 19h (04/06)
Saiba mais informações sobre o musical

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

 

Você pode gostar...