Maníaca por cirurgias plásticas se une a mãe ativista e escritora solitária em Os Adultos Estão na Sala

Flávia Strongolli, Martina Gallarza e Maura Hayas na peça - Foto: Leekyung Kim

Flávia Strongolli, Martina Gallarza e Maura Hayas na peça – Foto: Leekyung Kim

Por Miguel Arcanjo Prado

Uma mãe solteira ativista, uma maníaca por cirurgias plásticas e gin e uma escritora diabética enfurnada dentro de casa são as estrelas da peça “Os Adultos Estão na Sala”, que tornou conhecido o trabalho da dramaturga Michelle Ferreira e seu grupo A Má Companhia Provoca.

A obra com as atrizes Maura Hayas, Flávia Strongolli e Martina Gallarza (que substitui Michelle Boesche) tem jeitão ácido e bem humorado. Para a autora, que também assina a direção, o texto segue atual.

“Alguns apontamentos da ficção foram se materializando na realidade, como as manifestações, questão da ordem pública, corrupção, tudo o que ainda não saiu da pauta nacional”, afirma Michelle. “Mas a peça também trata de uma questão universal e atemporal: o nosso medo de crescer”, acrescenta.

A dramaturga e diretora Michelle Ferreira - Foto: Viviane Pepice

A dramaturga e diretora Michelle Ferreira – Foto: Viviane Pepice

Até o meio do ano, A Má Companhia Provoca, que além de Michelle tem Flávia Strongolli, Maura Hayas, Ramiro Silveira e Solange Akierman como membros, está empenhada em fazer uma mostra de repertório, junto com uma residência artística.

O grupo pesquisa ainda o próximo trabalho, “que será diferente de tudo o que já fizeram”, dizem os artistas, fazendo suspense.

Michelle ainda se prepara para estrear um novo texto, o espetáculo inédito “Não Somos Amigas” em março próximo. A obra terá Sabrina Greve e Lulu Pavarin no elenco, sob direção de Maria Maya.

Como atriz, ela será dirigida por Gabriel Fontes Paiva no próximo texto da dramaturga e jornalista Silvia Gomez, que foi colega de Michelle no Núcleo de Dramaturgia do CPT (Centro de Pesquisa Teatral).

“Os Adultos Estão na Sala”
Quando: Sexta e sábado, 21h, domingo, 19h. Até 26/2/2017
Onde: Teatro Arthur Azeedo – Av. Paes de Barros, 955, Mooca, São Paulo, tel. 11 2605-8007
Quanto: R$ 20
Classificação etária: 14 anos

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz