Filha de Leandra Leal rouba a cena em Tiradentes, Helena Ignez também é homenageada no festival

Helena Ignez e Leandra Leal (com a filha Julia) foram homenageadas com o Troféu Barroco na 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas Gerais, nesta sexta (20) - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Helena Ignez e Leandra Leal (com a filha Julia) foram homenageadas com o Troféu Barroco na 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas Gerais, nesta sexta (20) – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Por Miguel Arcanjo Prado

A pequena Julia, de dois anos, filha da atriz Leandra Leal e do empresário Alê Youssef, roubou a cena na abertura da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes, na noite desta sexta (20), na cidade histórica de Minas Gerais. Ao lado da cineasta Helena Ignez, Leandra é homenageada nesta edição do evento que abre o calendário cinematográfico brasileiro com exibição gratuita de 109 filmes e vai até o próximo dia 28.

Ao subir no palco para receber o Troféu Barroco, Leandra levou a filha Julia no colo, o que enterneceu a plateia que lotou os 700 lugares do Cine-Tenda. A menina começou a falar baixinho com a mãe durante o discurso, e Leandra brincou, olhando para a filha: “Deixa eu falar só um pouquinho”. A plateia sorriu, emocionada com a demonstração de carinho.

“Quero agradecer a oportunidade de comemorar junto de vocês meus 20 anos de cinema. Que bom que nossa profissão é generosa e que eu ainda vou ter muitos anos para vir aqui compartilhar outras ideias, projetos e filmes”, afirmou a atriz e agora diretora de cinema.

Leandra reforçou o fato de ter recebido o prêmio com a filha no colo. “E é isso, agora eu sou mãe. Fiz questão de trazer minha filha porque eu fui criada assim. Obrigada minha mãe [a atriz Ângela Leal, que estava presente] pela referência e todos os mestres que tive na minha vida. Estou feliz de chegar aqui com meu primeiro filme como diretora”, concluiu Leandra, que exibiu na mesma noite seu documentário “Divinas Divas”. Emocionada, Ângela Leal falou que a neta, Julia, é mais uma geração da família Leal que vai “se dedicar à cultura de nosso país”.

Homenageadas, Helena Ignez e Leandra Leal, subiram ao palco com suas famílias - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Homenageadas, Helena Ignez e Leandra Leal, subiram ao palco com suas famílias – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Helena Ignez também levou as filhas, Djin Sganzerla e Sinai Sganzerla, frutos de seu casamento com o cineasta Rogério Sganzerla (1946-2004), ao palco, para estarem a seu lado no momento em que recebeu seu Troféu Barroco.

Helena parabenizou a Mostra de Cinema de Tiradentes e o Estado de Minas Gerais por ter outras duas importantes mostras cinematográficas feitas pela Universo Produção, a CineOP, em Ouro Preto, e o CineBH, em Belo Horizonte.

“Minas faz com que a gente esteja vivo, produzindo, exibindo nossos filmes. Isso são estilhaços de amor que chegam com grande força e vão nos levar a fazer um trabalho cada vez melhor”, afirmou Helena.

Observado por Raquel Hallak e Quintino Vargas, da Universo Produção, o governador de Minas Fernando Pimentel discursa na abertura da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Observado por Raquel Hallak e Quintino Vargas, da Universo Produção, o governador de Minas Fernando Pimentel discursa na abertura da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, estava presente na cerimônia e também discursou, reforçando a importância do cinema no Estado e no Brasil e parabenizou o trabalho feito pela produtora cultural Raquel Hallak, que também fez discurso de abertura, reforçando o lugar do cinema como resistência cultural. A noite foi apresentada por Grazi Medrado e teve show musical de Josi Lopes.

Neste ano, Tiradentes exibe 33 longas (dos quais 14 são inéditos) de dez Estados, divididos em nove mostras temáticas. Estão representados São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Pernambuco, Paraná, Maranhão, Espírito Santo, Distrito Federal e Goiás. A curadoria é feita por Cléber Eduardo, com o tema “Cinema em Reação, Cinema em Reinvenção”. “Boa parte dos longas partem, de fato, de reações ao atual estado de coisas, porque a noção de reação está estabelecida entre os realizadores”, fala o curador, lembrando o momento de forte tensão política que vive o Brasil nos últimos meses.

A musicista Josi Lopes se apresentou com um tambor mineiro no meio da plateia de mais de 700 pessoas - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

A musicista Josi Lopes se apresentou com um tambor mineiro no meio da plateia de mais de 700 pessoas – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

O fato de duas mulheres serem homenageadas, Helena Ignez e Leandra Leal, não é aleatório. Neste ano, dos 157 filmes inscritos, 33 eram dirigidos por mulheres, 21% do total, a maior proporção em 20 anos de festival. Dos selecionados, 12 filmes são de realizadoras, que representam 41% dos diretores presentes.

Neste sábado (21), haverá o tradicional desfile do Cortejo das Artes pelas ruas de Tiradentes, celebrando os 313 anos de fundação do antigo Arraial São José Del Rey e 299 anos da elevação à categoria de cidade. A previsão de saída é às 16h30, em frente à Igreja do Rosário. Grupos de congado e de folias de reis se juntam aos blocos carnavalescos da cidade histórica e à turma de cineastas e amantes da sétima arte presentes no festival em uma grande festa. Destaque para os blocos Samba do Queixinho e Corte Devassa; para os bonecos do Mestre Quati; para a Guarda de Congo N. Sra do Rosário; para a Associação Casa do Tesouro (grupo de dança afro); e para a Banda Ramalho, além dos personagens da Turma do Pipoca.

Colaboraram Juan Manuel Tellategui e Núdia Fusco, de Tiradentes

De longa preto, Grazi Medrado apresentou a festa que abre o ano do cinema em Tiradentes - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

De longa preto, Grazi Medrado apresentou a festa que abre o ano do cinema em Tiradentes – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Plateia de mais de 700 pessoas lotou o Cine-Tenda na abertura da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes - Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Plateia de mais de 700 pessoas lotou o Cine-Tenda na abertura da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Foto: Jackson Romanelli/Universo Produção

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

 

Please follow and like us: