Anna Muylaert grita “Fora Temer” com o público em abertura de festival

Anna Muylaert discursa no Memorial - Foto: Mario Miranda Filho

Anna Muylaert discursa no Memorial – Fotos: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

A cineasta Anna Muylaert foi a principal estrela da noite de abertura do 11º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, na noite desta quarta (20), no Memorial da América Latina. Em pré-estreia gratuita e ao ar livre para uma plateia de cerca de 2.000 espectadores, ela apresentou seu novo filme, “Mãe Só Há Uma”. A cineasta foi bastante assediada pelo público, inclusive com muitos pedidos de selfie.

Antes de o longa começar, o mestre de cerimônias, o jornalista Cunha Jr., e o presidente da Fundação Memorial da América Latina, o cineasta João Batista de Andrade, convidaram Anna para subir ao palco e receber o troféu de homenageada desta edição do festival, que vai até a próxima quarta (27), com 118 produções de 13 países da América Latina e que também exibe a filmografia da diretora, com 23 títulos.

Segurando o troféu que reproduz a escultura da mão latina de Oscar Niemeyer, cartão postal paulistano, ela discursou. A cineasta confessou que gosta de ser “uma diretora latina”, lembrando que muitas vezes os brasileiros se esquecem de que também são latinos. Ela ainda dedicou o troféu “a todas as estudantes de cinema”. Esta é a edição do festival que mais tem presença de diretoras mulheres, no comando de 53 filmes dos 118 exibidos, ou seja, 45%, do total.

Anna Muylaert discursa ao receber homenagem  - Foto: Mario Miranda Filho

Anna Muylaert discursa ao receber homenagem – Foto: Divulgação

“A história do mundo foi escrita do ponto de vista dos homens, precisamos contar também a história do ponto de vista das mulheres”, discursou Anna, sendo fartamente aplaudida. Ao fim, declarou: “Segundamente, fora Temer” e incentivou o público a gritar em coro: “Fora Temer!”, no que foi prontamente atendida pelos espectadores. Quando o coro se arrefeceu, ela seguiu o discurso: “Volta democracia. A gente não quer mentira”. Mais aplausos.

“Mãe Só Há Uma” agradou ao público paulistano, que resistiu ao frio de 10 graus e acompanhou as cenas de forma compenetrada, aplaudindo na hora da subida dos créditos. Os espectadores chegaram a aplaudir também uma cena do filme, quando o protagonista adolescente vivido por Naomi Nero vai com os pais biológicos a uma loja de roupas e sai do provador com um vestido justinho.

O filme conta a história de um adolescente que descobre que foi raptado pela mulher que pensa ser sua mãe de sua família biológica. Com a novidade, a vida do rapaz muda pelo avesso, no mesmo momento em que ele experimenta sua sexualidade que não se encaixa nos gêneros pré-definidos socialmente.

Para Francisco Cesar Filho, curador e diretor do festival ao lado de Jurandir Müller, o evento “reflete o presente e o futuro da cinematografia latino-americana”. João Batista de Andrade, por sua vez, lembrou que durante a ditadura era muito complicado fazer com que o cinema do continente fosse visto uns pelos outros e celebrou a integração que o festival propõe entre o cinema feito nos países vizinhos.

Nesta quinta (21), Anna Muylaert voltou a ser festejada, quando participou de um debate com a cartunista Laerte Coutinho, com mediação de Fernanda Foquinha. Afinal, ela é a grande celebridade desta edição.

Confira a programação completa do 11º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo!

Veja mais fotos:

Público lotou o Memorial e fez a passarela de camarote  - Foto: Mario Miranda Filho

Público lotou o Memorial e fez a passarela de camarote – Foto: Divulgação

Matheus Nachtergaele vê o filme ao lado de Anna Muylaert  - Foto: Mario Miranda Filho

Matheus Nachtergaele vê o filme ao lado de Anna Muylaert – Foto: Divulgação

Público lotou Memorial para ver "Mãe Só Há Uma"  - Foto: Mario Miranda Filho

Público lotou Memorial para ver “Mãe Só Há Uma” – Foto: Divulgação

Público assiste à primeira exibição de "Mãe Só Há Uma"  - Foto: Mario Miranda Filho

Público assiste à primeira exibição de “Mãe Só Há Uma” – Foto: Divulgação

Mathues Nachtergaele  - Foto: Mario Miranda Filho

Mathues Nachtergaele – Foto:Divulgação

Festival de Cinema Latino acontece até dia 27 em SP -  - Foto: Mario Miranda Filho

Festival de Cinema Latino acontece até dia 27 em SP – Foto: Divulgação

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos