Saiba quem concorre ao Prêmio Reverência de musicais

Urinal, o Musical: 14 indicações ao Prêmio Reverência - Foto: Lina Sumizono/Clix/Festival de Curitiba

Urinal, o Musical: 14 indicações ao Prêmio Reverência – Foto: Lina Sumizono/Clix/Festival de Curitiba

Por Miguel Arcanjo Prado

O Prêmio Reverência, voltado ao teatro musical produzido no eixo Rio-São Paulo, anunciou, nesta quarta (1º), os indicados de sua segunda edição. A entrega dos troféus idealizados por Fred Gelli, responsável também pela identidade visual dos Jogos Olímpicos do Rio, será realizada em 19 de julho, no Teatro Alfa, em São Paulo — a primeira premiação, no ano passado, aconteceu no Rio, sendo que as cidades se alternam como sede anual da entrega do prêmio.

Os espetáculos com mais indicações são “Urinal, o Musical”, do Núcleo Experimental de teatro, de São Paulo, com 14, e “Kiss me, Kate”, da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, do Rio, com 13. Segundo o Prêmio Reverência, 35 produções  da temporada 2015 foram avaliadas por seus jurados em 15 categorias: Espetáculo, Autor, Direção, Ator, Atriz, Ator Coadjuvante, Atriz Coadjuvante, Cenografia, Figurino, Iluminação, Coreografia, Especial, Direção Musical, Design de Som e Voto Popular. Doze musicais dividem as indicações.

O Prêmio Reverência tem idealização de Antonia Prado, em parceria com Rodrigo Rivellino, da AktuellMix. “Somos o terceiro maior produtor de musicais do mundo e não reconhecemos, como deveríamos, nossos talentos. A ideia do Reverência é dar mais visibilidade ao gênero e garantir sua perpetuação e crescimento”, diz Antonia Prado.

Dois juris, um carioca e um paulistano, trabalham ao longo do ano vendo os espetáculos e votam de forma secreta cada um deles, conhecendo o resultado final apenas no dia da premiação, assim como o público. Os votos são auditados pela Ecovis Pemom. A votação é feita em duas etapas. Na primeira, o júri escolhe os indicados; na segunda, os vencedores.

No júri carioca estão a bailarina Ana Botafogo, os jornalistas e críticos Daniel Schenker, Macksen Luiz e Rafael Teixeira, a pesquisadora Tânia Brandão, o diretor Paulo Afonso de Lima, a coreógrafa Janice Botelho e a atriz e cantora Mirna Rubin. Já em São Paulo, o corpo de jurados é formado pelos jornalistas Maria Luisa Barsanelli, Ubiratan Brasil e Miguel Arcanjo Prado (colunista e crítico teatral do UOL), a produtora Claudia Hamra, os pesquisadores Lucia Camargo e Claudio Erlichman, a diretora Neyde Veneziano e a coreógrafa Kika Sampaio.

Conheça os indicados:

ESPETÁCULO

‘Gonzagão – A Lenda’
‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
‘Mudança de Hábito’
‘O Beijo no Asfalto- O Musical’
‘Urinal, O Musical’

DIREÇÃO
Charles Mõeller por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
João Falcão por ‘Gonzagão – A Lenda’
Tadeu Aguiar por ‘Ou tudo Ou nada’
Zé Henrique de Paula por ‘Urinal, O Musical’

AUTOR (Texto Original ou Adaptação)
Anna Toledo por ‘Nuvem de Lágrimas – O Musical’
Bianca Tadini e Luciano Andrey por ‘Mudança de Hábito’
Heloísa Seixas e Julia Romeu por ‘Bilac vê Estrelas’
João Falcão por ‘Gonzagão – A Lenda’

ATOR
André Dias por ‘Bilac vê Estrelas’
Daniel Costa por ‘Urinal, O Musical’
Ícaro Silva por ‘Simbora – A História de Wilson Simonal’
José Mayer por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’

ATRIZ
Alessandra Verney por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Bruna Guerin por ‘Urinal, O Musical’
Laila Garin por ‘O Beijo no Asfalto -O Musical’
Luciana Ramanzini por ‘Urinal, O Musical’

ATOR COADJUVANTE
Adrén Alves por ‘Gonzagão – A Lenda’
Claudio Tovar por ‘O Beijo no Asfalto – O Musical’
Fábio Redkowicz por ‘Urinal, O Musical’
Will Anderson por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’

ATRIZ COADJUVANTE
Adriana Alencar por ‘Urinal, O Musical’
Claudia Ventura por ‘As Bodas de Fígaro’
Fabi Bang por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Leticia Maneira Zapulla por ‘Nuvem de Lágrimas – O Musical’

CATEGORIA ESPECIAL
Claudio Botelho pelas versões de ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Fernanda Maia e Zé Henrique de Paula pelas versões de ‘Urinal, O Musical’
‘O Beijo no Asfalto- O Musical’ (ineditismo de transformar a obra de Nelson Rodrigues em musical)
Nei Lopes pela composição das músicas de ‘Bilac vê Estrelas’

CENOGRAFIA
Edward Monteiro por ‘Ou tudo Ou nada’
Matt Kinley por ‘Chaplin, O Musical’
Rogério Falcão por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Zé Henrique de Paula por ‘Urinal, O Musical’

FIGURINO
Carol Lobato por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Fábio Namatame por ‘Chaplin, O Musical’
Kika Lopes por ‘Gonzagão – A Lenda’
Zé Henrique de Paula por ‘Urinal, O Musical’

ILUMINAÇÃO
Fran Barros por ‘Urinal, O Musical’
Paulo Cesar Medeiros por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Paulo Cesar Medeiros por ‘Nine – Um Musical Felliniano’
Renato Machado por ‘Gonzagão – A Lenda’

COREOGRAFIA
Alonso Barros por ‘Chaplin, O Musical’
Alonso Barros por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Duda Maia por ‘Gonzagão – A Lenda’
Gabriel Malo e Inês Aranha por ‘Urinal, O Musical’

DIREÇÃO MUSICAL
Alexandre Elias por ‘Gonzagão – A Lenda’
Delia Fisher por ‘O Beijo no Asfalto- O Musical’
Fernanda Maia por ‘Urinal, O Musical’
Marcelo Castro por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’

DESIGN DE SOM
Carlos Esteves por ‘O Beijo no Asfalto- O Musical’
Fernando Fortes por ‘Gonzagão – A Lenda’
Marcelo Claret por ‘Kiss me, Kate – O Beijo da Megera’
Raul Teixeira por ‘Urinal, O Musical’

Você pode gostar...