Carnaval de BH: Bloco afro Angola Janga supera tensão com multidão negra

Bloco Afro Angola Janga desfila no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Maior bloco afro do Carnaval de Belo Horizonte com seus mais de 100 mil foliões, o Angola Janga fez um desfile repleto de resistência negra que invadiu o centro da capital mineira neste domingo (24), superando momentos de muita tensão.

Momento de tensão: Corpo de Bombeiros pedem para as pessoas descerem do trio do Angola Janga no começo do desfile no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

A dirigente do bloco afro Nayara Garófalo negocia com o Corpo de Bombeiros a saída do Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020: altura de artefatos do trio passaram dos 4,5 m exigidos, segundo o Corpo de Bombeiros; integrantes desceram e desfilaram no chão – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

O começo do cortejo, na esquina de rua São Paulo com av. Afonso Pena, foi de muita tensão, já que o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais afirmou que alguns artefatos do trio ultrapassavam o limite dos 4,5 metros. Parte do palco precisou ser desativada, e os integrantes foram para o chão. Após muita negociação, o desfile prosseguiu.

Apesar de seu tamanho gigante, o Angola Janga não teve patrocínio este ano da Prefeitura de Belo Horizonte, porque teve a documentação do seu trio rejeitada pelo Detran-MG. O bloco afro só conseguiu concretizar seu desfile por conta de uma vaquinha online e da venda de comidas do chef Elian Duarte, do restaurante Nesga Nega, em sociedade com sua esposa, Lohaine Laze. Mesmo assim, o valor arrecadado não foi suficiente, e o Angola Janga precisou fazer empréstimo em um banco — por isso, a vaquinha online continua.

Polícia Militar fez presença ostensiva no desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Agentes da Polícia Militar de Minas Gerais fizeram presença ostensiva no desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020, gritos de “Fora Zema” ecoaram na multidão em protesto contra o governador de Minas Gerais – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Vários blocos do Carnaval de Belo Horizonte acusam este ano o Governo de Minas Gerais de perseguição por meio de seus órgãos públicos estaduais, como também o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, que fez presença ostensiva no desfile do Angola Janga.

Segundo os blocos há uma tentativa de criminalização da folia. Durante o desfile do Angola Janga, a multidão gritou “Fora Zema”, em referência ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

Resistência negra: saída do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Rituais sagrados: saída do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Pombas ao céu: saída do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Com o tema “Ginga, Agbara na Luta do Povo”, o Angola realizou antes do desfile rituais sagrados das religiões de matrizes africanas, com pombas soltas ao céu. A tradição foi bastante aplaudida pelos presentes. Um dos pontos altos do desfile foi quando a Praça Sete, coração da capital mineira, foi transformada em uma gigante roda de capoeira. O público delirou com a homenagem a uma das mais fortes tradições africanas presentes em nosso país.

Performance na avenida: o ator Denilson Tourinho foi um dos destaques no desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Vozeirão: a cantora Lelê Cirino, vocalista do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

O Blog Miguel Arcanjo mostra a seguir mais imagens do desfile do Angola Janga, pelo olhar do fotógrafo Nereu Jr.

A bailarina Junia Bertolino brilha no desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Nayara Garófalo, uma das fundadoras do bloco afro Angola Janga, no desfile no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Boneco: O ator Denilson Tourinho fez uma performance durante o desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Rainha: Vick de Paula levou o estandarte do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Rituais sagrados: Desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020; o pequeno João Heitor observa a mãe Aline Silva a fazer o ritual – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Encontro de gerações marcou o bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020: Aline Silva e seu filho João Heitor – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Bateria do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Integrante do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Toque do agogô: integrante do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Bateria nota 10: bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Lelê Cirino, vocalista do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Ginga negra na avenida: bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Ancestralidade negra no coração de BH: bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

BH vira festa negra com o bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

Multidão negra ocupa a Praça Sete, coração da capital mineira, no desfile do bloco afro Angola Janga no Carnaval de Belo Horizonte 2020 – Foto: Nereu Jr/Divulgação – Blog @miguel.arcanjo UOL

 

Leia + sobre Carnaval de BH

Gente voando marca megabloco em BH

Aglomerado da Serra faz folia do passinho

Djonga se destaca e foliões xingam Bolsonaro

Blocos afro se reúnem no encontro Kandandu

Bloco feminista taca fogo no machismo

Apaetucada aposta em inclusão na folia

Tensão com PM marca desfile do Roda

Blocos de BH acusam PM de perseguição

Carnaval de BH espera 5 milhões

Crianças fofas encantam no Fera Neném

>>Siga @miguel.arcanjo

 

Você pode gostar...