Festival Universo Paralello chega aos 20 anos como portal da essência pura

Festival Universo Paralello chega aos 20 anos entre 27 de dezembro e 3 de janeiro na praia de Pratigi, em Ituberá, na Bahia – Foto: Japa Daniel Jorjin – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Vão ser oito dias de imersão em uma energia do bem e da paz. Assim promete ser os 20 anos do Festival Universo Paralello, de 27 de dezembro a 3 de janeiro. O evento, na praia de Pratigi, em Ituberá, no litoral Baixo Sul da Bahia, promete terminar 2019 e começar 2020 na mais pura harmonia.

O evento é muito mais que um festival de música eletrônica, a começar de atrações do quilate de Caetano Veloso, passando por Luedji Luna e Ponto de Equilíbrio, banda de reggae que também celebra seus 20 anos junto do festival. O foco dos organizadores é apresentar um mundo de encantamento, descobertas e a busca do essencial.

Compre seu ingresso para o Festival Universo Paralello

Criador do Festival Universo Paralello: Juarez Petrillo DJ Swarup – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Para Camila Motta, produtora executiva, sócia e mulher de Juarez Petrillo, criador do evento, o Universo Paralello permite que as pessoas se desapeguem das amarras que a sociedade impõe. E o define ao Blog do Miguel Arcanjo como contracultura, um lugar onde não há espaço para preconceitos.

“É o momento de colocar os pés no chão, ter um contato direto com a natureza, se sentir igual em meio a tantas culturas e diferenças. Se permitir ser puro em sua essência, sem máscaras”, declara.

Para isso, o UP, como é carinhosamente chamado o festival, conta com inúmeras atrações nos seus 7 palcos espalhados pelos quase 3 km de festa, em meio a uma imensidão de coqueiros, areia branca, sol e mar.

Respeito à diversidade cultural: Indígenas locais da Bahia se misturam ao público no Festival Universo Paralello – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

São estilos musicais para todos os gostos, performances, intervenções, apresentações artísticas e mais uma variedade de atrativos entre workshops, bate-papo, massagem terapêutica, yoga, reiki, diksha, cinema, galeria de arte, live painting, cozinha comunitária, aulas de permacultura, entre outros.

Sobre a escolha do local, um paraíso do litoral baiano, Juarez Petrillo relembra o momento em que trouxe o festival para a Bahia, já que as três primeiras edições foram realizadas na Chapada dos Veadeiros, em Goiás.

“Era meu aniversário e uma amiga me ligou para me contar de algumas praias na região. Já tinha visitado Morro de São Paulo e outras próximas, já estava no final da viagem quando passamos por Pratigi. No momento em que cheguei tive um insight sobre um sonho com coqueiros e o DJ JP de Arraial d’Ajuda. Vai ser aqui!”, recorda.

A edição de 20 anos traz surpresas, como a pista TropiKalien que resgata os primórdios das festas e conecta o público com o lado mais raiz da cena. Traz a nova geração do estilo Dark Trance com nomes nacionais e internacionais. Localizada em meio à mata, a pista terá três noites especiais.

Outra novidade é a decoração produzida pela sul africana Carin Dickson do coletivo Artscape, que está responsável pelo Main Floor e UP Club. O público pode preparar-se para uma explosão de cores e efeitos na pista de dança.

Os DJs Alok e Bhaskar no Festival Universo Paralello – Foto: Japa – Daniel Jorjin – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Referência mundial para DJs em todo mundo, o evento traz um extenso line up em quase todas as vertentes de música eletrônica.

“Neelix, Fábio Fusco, Tristan, Avalon e Headroom são alguns dos nomes que conseguiram maior espaço no país depois de terem se apresentado no UP. Ao longo dessas duas décadas, a evolução musical é nítida e nós somos referência e vitrine para muitos deles.”, esclarece o DJ Bhaskar (filho de Juarez Petrillo aka DJ Swarup e DJ Ekanta).

Chico Cavalcante, um dos produtores que trabalha na equipe desde o início, descreve sua experiência no Universo Paralello como um despertar artístico e cultural, uma entrega de corpo e alma.

“O festival desperta o dom natural de cada e extrai o que há de melhor. Aqui você leva para o dia a dia o que você aprende e compartilha. Uma oportunidade de crescimento baseado na solidariedade, união e confiança no outro”, define.

Ao ser questionada sobre quem é imprescindível para que o evento aconteça, Camila Motta declara: “Todos que participam têm papel fundamental, nós e o público. O festival conta com uma rede de produtores, colaboradores e voluntários que se empenham para que o festival aconteça e todos os dias aprendemos. Uma evolução constante onde o respeito à diversidade, a tolerância e a humildade são essenciais”, diz.

Encontro de gerações no Festival Universo Paralello, que chega aos 20 anos fazendo o Réveillon da harmonia e da paz na Bahia – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

E o público embarca nessa vibe. O que falar da legião de fãs que esperam a cada dois anos uma nova edição?

“As pessoas já chegam com uma energia muita positiva e sabemos que não é fácil chegar até aqui. Você sai de sua zona de conforto para desfrutar de uma experiência única. Pra se ter um ideia, o 1º lote de ingressos antecipados são vendidos em 24 horas e sem nem mesmo termos anunciado uma sequer uma atração”, esclarece Bhaskar, com um sorriso no rosto.

Inúmeros profissionais que muitas vezes iniciaram seu trabalho no evento como voluntários hoje têm sua própria equipe e construíram uma carreira em suas áreas. Destaque para a população local da cidade de Ituberá e da Costa do Dendê.

Dias antes de tudo começar, em clima de celebração, a produção está animada e em alto astral para que tudo seja perfeito e inesquecível. Na varanda da casa de Juarez Petrillo, o bate-papo rola solto e descontraído entre a equipe, amigos e família ao som do filho que mostra algumas tracks que está preparando para sua apresentação na pista UP Club no próximo dia 28.

Réveillon em plena harmonia, é o que promete a edição especial de 20 anos do Universo Paralello na Bahia – Foto: Anne Vilela – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

O que se vê entre sorrisos e música é a verdadeira essência do evento: a união, o amor, o respeito e a certeza que esses 20 anos não foram em vão, pois sementes foram plantadas e germinaram.

“O mais legal é termos conseguido chegar aos 20 anos com a mesma essência. Começamos em família e continuamos em família e isso faz com que haja um clima de amor acima do trabalho”, finaliza Bhaskar.

Vida Longa ao Universo Paralello!

Colaborou Paula Pratini, de Praia de Pratigi, Ituberá (BA).

Saiba mais sobre o Festival Universo Paralello

Compre seu ingresso para o Festival Universo Paralello

Festival Universo Paralello chega aos 20 anos entre 27 de dezembro e 3 de janeiro na praia de Pratigi, em Ituberá, na Bahia – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Universo Paralello Festival (@universoparalellooficial) em

Você pode gostar...