Rodrigo Santoro está na corrida pelo Oscar por um filme de Cuba: O Tradutor

Rodrigo Santoro e Maricel Alvarez em cena de O Tradutor: filme indicado por Cuba para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2020 – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Um ator nacional está na corrida ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, mas não em um longa brasileiro. O Blog do Arcanjo explica: pela primeira vez na história do país, Cuba indicou como seu representante na disputa pela estatueta, concedida a filmes produzidos fora dos EUA e não falados em inglês, um longa protagonizado por um estrangeiro: o ator Rodrigo Santoro. Trata-se de “O Tradutor”.

O filme narra a história de Malin, um professor universitário de literatura russa que vê sua vida mudar de uma hora para outra. Ele é convocado para ser intérprete na ala infantil de um hospital cubano, onde crianças russas vítimas do acidente nuclear de Chernobil estão sendo tratadas. É claro que sua vida muda por completo.

Leia também:
Gil é ovacionado em Belo Horizonte: saiba por quê
Ator volta ao teatro trancafiado com duas mulheres

O filme conta a história real de Manuel Barriuso Andin, pai dos dois diretores, os cubano-canadenses Rodrigo e Sebastián Barriuso. O longa, exibido na última edição do Festival de Sundance, estreou nos cinemas brasileiros em 4 de abril, com distribuição da Galeria Distribuidora.

Este é o primeiro roteiro produzido por Lindsay Gossling, que o escreveu em inglês e depois traduziu para espanhol e russo. A produção traz uma curiosidade em uma de suas cenas: a mulher sentada na sala de espera do ultrassom é Mel Fronckowiak, esposa de Rodrigo Santoro, que também estava grávida quando filmou essa participação no longa cubano.

O Brasil indicou “A Vida Invisível” como seu representante na disputa pelas indicações ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2020.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Você pode gostar...