Ator argentino Juan Tellategui é árbitro corrupto na série Chuteira Preta

O ator argentino Juan Manuel Tellategui vive um inescrupuloso árbitro de futebol latino-americano na série “Chuteira Preta”, de Paulo Nascimento. Protagonizada por Márcio Kieling como o astro do futebol Kadu, a produção gaúcha estreia neste sábado (13), o canal por assinatura Prime Box Brazil, onde será exibida diariamente até 25 de julho, sempre às 21h.

O árbitro que fala castelhano na série vivido por Tellategui está envolvido no grande esquema de corrupção comandado por Dr. Sangaletti, o presidente do clube de futebol interpretado por Zé Victor Castiel.

“Acredito que a integração latina no audiovisual está sucedendo cada vez mais”, celebra o argentino. “Os realizadores estão apostando na modalidade de coprodução como forma de viabilizar os seus projetos com recursos de dois ou mais países”, lembra o argentino.

Para o ator, “as historias que se contam atravessam as culturas de diferentes regiões dos países e, nesse sentido, as produções adquirem um contexto regional latino americano. Essa forma de trabalho é muito importante para o audiovisual, pois não só ativa o circuito de realizações como também permite a possibilidade de intercâmbios ricos e experiências e recursos técnicos e humanos que de outra forma não seriam possíveis”, avalia o ator.

Morando atualmente em São Paulo, Tellategui já trabalhou em outras séries brasileiras, como “Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis”, da Warner, e “Toda Forma de Amor”, do Canal Brasil. “Tenho aprendido muito nos trabalhos nos que participei nessa modalidade e fico feliz em que cada vez mais tenhamos esse tipo de pontes unindo os países latino americanos”, pontua.

Ele conta que, para compor o juiz vendido da série, estudou o personagem “a partir do seu papel social, para depois aprofundar no universo particular”. “Para este personagem não foi uma única referencia, mas estudei vários juízes de futebol até encontrar uma síntese quase arquetípica de características físicas, movimentos e energia que achei que tinham em comum”, revela.

“Por outro lado, no sentido mais pessoal, mais intimo do ser do personagem, procurei que fosse aparecendo sutilmente, contaminando aquela primeira camada. Aí entra em jogo todo um universo particular onde toda bagagem de referencias que o ator vai recolhendo ao logo da vida, vão contribuindo para acrescentar essa criação”, fala.

“Às vezes é um trabalho demorado, intuitivo, mas quando se chega ao resultado esperado é uma delicia”, conclui.

Com 57 personagens, a série “Chuteira Preta” conta no elenco com Márcio Kieling, Kadu Moliterno, Nuno Leal Maia, Karin Roepke, Zé Victor Castiel, Allan Souza Lima, Marcos Breda, Nicola Siri, Rafael Sieg, Maria Zilda Bethlem, Ingra Lyberato, Pedro Garcia Netto, Gabrielle Fleck e Juan Manuel Tellategui, entre outros.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Você pode gostar...