Carisma, aplausos, amigos e histórias: Fernanda Gentil vai bem na estreia

Aprovada nos palcos: Fernanda Gentil estreia o espetáculo solo “Sem Cerimônia” no Teatro Ebanx Regina Vogue, em Curitiba – Foto: Divulgação – Teatro Ebanx Regina Vogue – Blog do Arcanjo – UOL

Apresentadora da Globo Fernanda Gentil se aventura no teatro com humor e verdade em cena. E prende atenção do público.

Crítica por Miguel Arcanjo Prado
“Sem Cerimônia” , com Fernanda Gentil
Avaliação: Bom ★★★

A apresentadora e jornalista Fernanda Gentil fez sua estreia no teatro neste sábado (30) em Curitiba. Diante da plateia lotada do Teatro Ebanx Regina Vogue, no shopping Estação, ela apresentou a peça “Sem Cerimônia”, sendo fartamente aplaudida.

A aventura está longe de representar pretensões de converter-se em uma atriz, mas, sim, parece testar seu carisma junto ao público cara a cara, bem como sua capacidade de rápido raciocínio antes de mergulhar em seu voo solo na Globo.

Fernanda Gentil sai aprovada do teste. Segura a atenção do público ao expor sua vida profissional e pessoal em uma mescla focada no entretenimento e até mesmo conscientização da plateia em formato já utilizado por youtubers de sucesso nos teatros e ginásios, como Whindersson Nunes.

Muitos dos espectadores em Curitiba, onde deu a largada para turnê nacional, são fãs de seu trabalho na televisão e aproveitaram a chance de ver Gentil de perto.

Em um cenário simples e pouco utilizado por ela, com luzes amarelas vintage penduradas, uma cadeira de balanço, uma arara com os figurinos e uma cadeira de escritório, ela contou de forma bem humorada episódios de sua vida. Um deles comoveu o público, quando lembrou a ocasião em que contou à família que estava apaixonada por uma mulher e como todos reagiram de forma amorosa.

De forma acertada, ela usa a peça para criticar preconceitos e estereótipos sociais, bem como o vício nas redes digitais, lembrando o horrível futuro distópico da série “Black Mirror”. Contudo, permitiu que todos a gravassem e a marcassem nas redes, sabedora da potente influenciadora digital que é.

Carismática, Fernanda entrou pela plateia, sendo recebida com gritos e aplausos. “Não pensei que fosse lotar”, falou diante da casa cheia devido aos ingressos esgotados.

Em um telão, amigos artistas como André Marques e Fernanda Souza fizeram perguntas costumeiras que ela ouve da imprensa.


“Como você entrou pra TV?”, foi uma delas. “Dei pra todo mundo”, brincou a apresentadora que está prestes a ganhar uma atração própria na Globo.

“Fazer teatro é complicado no Brasil, e sem Lei Rouanet”, disse, sendo fortemente aplaudida pelos curitibanos. Ao que completou: “Sem polêmica política, por favor”.

Com bom tempo cômico, Fernanda divertiu o público, com o tempo preciso de stand up. Ela lembrou gafes da carreira, como sua interação com um entrevistado cego na Copa da África do Sul. Rememorou que nesta ocasião ficou em primeiro lugar do “Top Five”, quadro do extinto “CQC” com bizarrices da TV.

Com muita interação com a plateia e o telão, o espetáculo tem o mesmo formato da peça de Fernanda Souza, “Meu Passado Não me Condena”, também capitaneada por Leo Fuchs.

O pai, a mãe e a mulher da apresentadora, Priscilla, surgiram no telão para elogiar o caráter e o talento da apresentadora. Ela também buscou humanizar sua figura, lembrando que em momentos de sucesso sofreu perdas pessoais. “Meus pais se separaram enquanto eu embarcava para a Copa da África”, revelou.

“Hoje, a gente acredita mais no Instagram do que nas pessoas”, disse, debochando de seus vídeos nas redes. “Famoso é Ivete, Huck e Angélica. Eu sou conhecidinha, logo passa”, debochou da própria fama.

Voltando ao questionamento de preconceitos e estereótipos, ela pediu para que o público se olhasse para perceber a beleza das diferenças. “Eu já fui a Fernanda Quem? Hoje sou ‘a loirinha que foi do Esporte e virou sapatão e agora é morena'”, divertiu-se.

Durante a comédia, Fernanda incentivou o público a se declarar para as pessoas que amam. “Porque no fundo, no fundo, a gente é igual”, decretou.

Enviado especial a Curitiba, no Paraná, o colunista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do Festival de Curitiba.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Please follow and like us:
Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos