Helena Ignez revela contradições do Brasil no filme A Moça do Calendário

Helena Ignez lança novo filme, “A Moça do Calendário”, com pré-estreias no Rio e em SP – Foto: Leo Lara/Universo Produção – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Helena Ignez, a grande mulher do cinema brasileiro, faz pré-estreia de seu novo filme, “A Moça do Calendário”. As sessões são realizadas nesta quarta (26), 20h30, no Estação NET Rio, no Rio, e nesta quinta (27), 20h30, no Caixa Belas Artes, em São Paulo.

Helena adaptou o roteiro original de Rogério Sganzerla (1946-2004), um dos maiores cineastas que o Brasil conheceu e com quem foi casada e teve duas filhas: Sinai e Djin Sganzerla — a primeira assina a produção executiva, já a segunda protagoniza o longa distribuído pela Pandora Filmes ao lado de seu marido, o também ator André Guerreiro Lopes.

Com a liberdade em foco e temas quentes como as contradições do Brasil e a luta de classes, o filme ainda aborda questões de gênero, tão debatidas ultimamente.

Helena Ignez, Djin Sganzerla, André Guerreiro Lopes e Zuzu Leiva, do filme “A Moça do Calendário” – Foto: Leo Lara/Universo Produção – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

O elenco ainda traz Mário Bortolotto, Zuzu Leiva, Claudinei Brandão, Eduardo Chagas, Naruna Costa, Barbara Vida, Ivam Cabral e Vera Valdez, entre outros.

Vencedor de vários prêmios, “A Moça do Calendário” passou por mais de 15 festivais, como a Mostra de São Paulo, o Festival de Brasília e a Mostra de Cinema de Tiradentes.

Segundo Helena, o roteiro conta a história de “Inácio, 40 anos, casado, sem emprego fixo”. Ex-gari, ele trabalha como dublê de dançarino e mecânico da oficina Barato da Pesada, onde sonha com a Moça do Calendário. “No filme, o real e o sonho se entrelaçam”, explica a diretora.

Veja o trailer:

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Você pode gostar...