Vocalista do Aláfia, Jairo Pereira lança disco solo Mutum

Mutum é o primeiro disco solo de Jairo Pereira, vocalista do Aláfia – Foto: Mariana Ser/Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Aos 40 anos, o cantor Jairo Pereira achou que era hora de lançar seu primeiro disco solo.

Um dos três vocalista da banda Aláfia há sete anos, que faz sucesso na cena musical atual, ele lança “Mutum”. O disco faz uma mistura fina entre reggae, jazz, hip hop, rock e poesia em suas sete faixas.

Entre as inspirações do disco está o geógrafo Milton Santos (1926-2001), cuja seguinte frase abre o álbum: “”A clarividência é uma virtude que se adquire pela intuição mas sobretudo pelo estudo. É tentar ver a partir do presente o que se projeta no futuro”.

Jairo explica o porquê de ter o acadêmico negro de sucesso nas universidades do mundo como referência: “Gosto demais dos caminhos que ele traçou para tentar encontrar soluções para a desigualdade social e racial que existe no Brasil. O trecho que escolhi, mesmo rápido, fala muito sobre o disco, sobre focarmos no momento presente para que possamos ter um futuro digno”, discursa.

A primeira faixa de trabalho do disco é “Química”. A canção, que fala sobre sexo, ganhou o um clipe que celebra a diversidade no amor. Veja:

O processo do disco solo começou em shows e o trabalho foi feito de forma independente.

Foi criada também a Banda Mutum, na qual a maioria dos músicos, com exceção do guitarrista Dudu Tavares, também fazem parte do Aláfia: o maestro e pianista Fábio Leandro, o gaitista Lucas Cirilo, o baixista Gabriel Catanzaro, o percussionista Pedro Bandeira e o baterista Filipe Gomes. A produção musical é de Gabriel Catanzaro.

O disco ainda traz participações de Xênia França e Eduardo Brechó, os outros dois vocalistas do Aláfia, na faixa “O Deserto Em Nós”. Também fazem participações os cantores Bernoldi, em “Candeeiro”, “Laylah Arruda, em “Web Tribunais”.

Ouça o disco “Mutum”, de Jairo Pereira:

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook

Please follow and like us:
Morre pai do Padre Marcelo: “Até a eternidade” Colplay cancela shows no Brasil por doença de Chris Martin Marilyn Monroe, Blonde: Curiosidades do filme Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes