Aos 87 anos, Nathalia Timberg diz que fazer teatro a mantém viva

Nathalia Timberg: aos 87 anos, ela segue brilhando no palco - Foto: Leekyung Kim

Nathalia Timberg: aos 87 anos, ela segue brilhando no palco – Foto: Leekyung Kim

Por Miguel Arcanjo Prado

Quando está no palco, a atriz Nathalia Timberg nem se lembra que completou 87 anos no último dia 5 de agosto. Afinal, pisar no tablado lhe traz vida por fazer o que mais ama: atuar. Ela protagoniza em São Paulo, no Teatro Nair Bello, a peça “33 Variações”, texto de sucesso na Broadway.

Em conversa com o Blog do Arcanjo do UOL ela explica de onde vem tanta vitalidade: “É a paixão pelo que faço. Isso norteia minha vida. No dia em que deixar de fazer teatro, de atuar, é porque morri e esqueci de cair”.

Em janeiro deste ano a atriz passou um pequeno susto: teve de fazer uma cirurgia para retirar uma pedra na vesícula. Mas, logo retomou o trabalho.

Na peça, vive uma pesquisadora que investiga a obra de Beethoven, interpretado por Wolf Maya, que também dirige o espetáculo. “É um texto que reúne teatro e música. É o primeiro musical erudito que se faz, porque a música é ao vivo e é a protagonista. Afinal, a força da música de Beethoven é indiscutível”, afirma. E aproveita para elogiar o colega. “O Wolf está com um trabalho extremamente sensível. É um prazer enorme contracenar com ele”.

Nathalia lembra que o projeto da peça coincidiu com o convite do amigo. “Há cerca de dois anos, o Wolf me convidou para inaugurar o teatro dele no Rio [batizado com o nome da atriz]. Essa era a peça ideal. Sugeri este texto a ele, que topou na hora”, afirma.

Nathalia Timberg divide o palco com Wolf Maya em "33 Variações" - Foto: Leekyung Kim

Nathalia Timberg divide o palco com Wolf Maya em “33 Variações” – Foto: Leekyung Kim

Apesar de carioca, a atriz diz sentir-se à vontade em São Paulo, cidade que define como uma constante em sua vida. “Já me deram título de paulistana honorária”, recorda. “O que sempre me traz a São Paulo é o teatro, que é o fio condutor da minha vida”.

Nathalia lamenta que parte da nova geração de atores esteja mais preocupada com a fama televisiva do que em exercer a atuação no palco. “Para minha geração, o fato de estarmos vivos é porque estamos fazendo teatro”, define.

Além de Nathalia, outras atrizes octogenárias também estão em cartaz em São Paulo, caso de Eva Wilma e Nicette Bruno em “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”, no Teatro Porto Seguro. “A diferença é que minha geração procurou as artes cênicas como meio de expressão, não como meio de exibição”, conclui.

“33 Variações”
Quando: Sexta e sábado, 21h, domingo, 19h. 120 min. Até 11/12/2016
Onde: Teatro Nair Bello – Shopping Frei Caneca – Rua Frei Caneca, 569, 3º Piso, metrô Consolação, São Paulo, tel. 11 3472-2414
Quanto: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia-entrada)
Classificação etária: 14 anos

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas