Conheça os indicados ao Prêmio Shell de Teatro de SP no primeiro semestre

Cena da peça "Cabras" da Cia. Balagan: três indicações - Foto: Divulgação

Cena da peça “Cabras” da Cia. Balagan: três indicações ao Shell – Foto: Ale Catan

Por Miguel Arcanjo Prado

O Prêmio Shell de Teatro de São Paulo divulgou, nesta segunda (18), os nomes dos indicados em São Paulo no primeiro semestre de 2016. A lista tem 11 nomes, que disputam as nove categorias da premiação. O espetáculo “Cabras – Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam”, que retrata o universo do cangaço, concorre em três categorias – Figurino, Iluminação e Música – assim como “A Tragédia Latino-americana”, que disputa os prêmios de Direção, Cenário e Música, com um texto que discute as heranças da colonização em nosso continente. Os indicados neste primeiro semestre se somarão na disputa aos indicados no fim do segundo semestre. A premiação deverá ocorrer em março de 2017. Cada premiado ganha, além do troféu, o valor de R$ 8.000.

Veja a lista completa dos indicados em São Paulo no primeiro semestre:

Autor:
Leonardo Cortez, por “Sala dos Professores”
Rudinei Borges, por “Dezuó, Breviário das Águas”

Direção:
Felipe Hirsh, por “A Tragédia Latino-americana”
Marco Antônio Pâmio, por “Playground”

Ator:
Mateus Monteiro, por “Playground”
Pedro Vieira, por “Eu Tenho Tudo”

Atriz:
Miriam Mehler, por “Fora do Mundo”
Regiane Alves, por “Para Tão Longo Amor”

Cenário:
Daniela Thomas e Felipe Tassara, por “A Tragédia Latino-americana”
Telumi Hellen, por “Dezuó, Breviário das Águas”

Figurino:
Gabriel Villela, por “Rainhas do Orinoco”
Márcio Medina, por “Cabras – Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam”

Iluminação:
Aline Santine, por “Cabras – Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam”
Caetano Vilela, por “As Benevolentes”

Música:
Arthur de Faria, por “A Tragédia Latino-americana”
Dr. Morris, por “Cabras – Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam”

Inovação:
Centro Cultural São Paulo pelo estímulo à experimentação de novas formas cênicas, dramatúrgicas e de produção por meio do projeto “Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos”.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos