Rapidinhas: Festival Satyrianas tem público de 20 mil pessoas e 4 mil artistas

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Teatro em festa

O Festival Satyrianas, que realizou 24ª edição entre 12 e 15 de outubro, fechou com público de 20 mil pessoas e participação de 4.000 artistas em 407 atrações de 16 estados brasileiros. Todos celebrando o genial Zé Celso, que deve ter ficado bem feliz lá no céu. Gente boa reunida.

Cuiabá é aqui

Liderados pelo grande diretor da Cia. Cena Onze de Teatro, Flávio Ferreira, a turma da MT Escola de Teatro trouxe praticamente uma centena de artistas para participarem do Festival Satyrianas 2023. Esse povo todo ficou hospedada na sede da SP Escola de Teatro no bairro do Brás. Dizem que quando não estavam vendo peça ou passando frio nas madrugadas, eles corriam para fazer umas comprinhas. Danados.

Gêmeas, ativar!

Na Satyrianas 2023 todos mundo só comentava as gêmeas albinas que atuaram nas bilheterias do Satyros e do Cine Bijou, Lara e Mara, as Bawar Sisters. Belíssimas.

Nova roupa colorida

Quem já assistiu ao musical Matilda garante que os mais de 300 figurinos da superprodução estão de arrepiar. Com as estrelas Fabi Bang, Myra Ruiz e Cleto Baccic, o espetáculo está em cartaz no Teatro Claro do Shopping Vila Olímpia. Estão todos convidados.

Toda latina

Após morar na Argentina e na Colômbia, a cantora Nath Rodrigues está repleta de latinidade no seu novo single Luna, que tem feat de Mangaia. A faixa composta por Pedro Cambraia, o Cido, chega explorando um tom sensual ao mesmo tempo em que investe na melancolia e no mistério. Já está nas plataformas via selo MacacoLab. Ouça e depois me conta.

Brigitte na telona

O Festival Varilux de Cinema Francês chega a sua 14ª edição em ritmo de samba! A vinheta que apresenta os filmes traz a música Brigitte Bardot, interpretada pela cantora Salomé de Bahia. Em português, a canção, de 2005, exalta a atriz francesa conhecida internacionalmente e questiona o motivo pelo qual a diva francesa era sempre o centro das atenções. Inspirada em BB, como era chamada, a identidade visual e o cartaz do evento estampam a jovem atriz Julia de Nunez, caracterizada como Brigitte Bardot para a minissérie de mesmo nome, que será apresentada no festival em algumas sessões gratuitas. O Festival Varilux ocorre em todo o Brasil, entre 9 e 22 de novembro, e apresenta 19 filmes recentes da cinematografia francesa, dois clássicos e uma série. Très chic!

Teatro gringo

Três iniciativas retomam as ações da Mostra Internacional de Teatro de São Paulo – MITsp, um esquenta para sua nova edição, prevista para acontecer de 1º a 10 de março de 2024: o programa Estação 2023, que lança a Plataforma Pedagógica com quatro workshops ministrados por artistas vindas da América do Sul, da África e da Europa. As convidadas são a argentina Vivi Tellas, a sul-africana Ntando Cele, a boliviana Maria Galindo e a francesa Phia Ménard. Os encontros, presenciais e gratuitos, vão de 16 de outubro a 15 de dezembro, em diversos locais de São Paulo, entre eles a SP Escola de Teatro. Esta ação tem apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo por meio de sua Secretaria de Cultura.

Pico de ibope

A Fazenda bateu recorde de audiência em São Paulo e no Rio de Janeiro nesta quinta, 19, e ficou na vice-liderança isolada nas duas praças em seu horário, entre 22h50 e 0h02. Em São Paulo, o reality show marcou média de 7,7 pontos, pico de 8,4 pontos e ainda conquistou o melhor share desta edição: 15,9%. O SBT registrou 4,1 pontos na terceira posição. No Rio de Janeiro, a atração comandada por Adriane Galisteu consolidou 8,2 pontos de média, pico de 9,7 pontos e 15,5% de participação – o segundo maior da temporada. A eliminação que aconteceria foi cancelada e Rachel Sheherazade foi expulsa da competição por ter infringido as regras do programa, segundo a Record. A atração exibiu as imagens, em detalhes, contando como tudo aconteceu, e ainda mostrou a repercussão do fato entre os peões. A opinião pública não gostou da expulsão. Sem Rachel e Caiúcha, A Fazenda perdeu as duas participantes mais interessantes da atual edição. Ninguém merece.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *