Dramamix da Satyrianas 2022 tem textos inéditos de dramaturgos brasileiros

Hugo Possolo, Angela Ribeiro, Miguel Arcanjo Prado e Marcos Fábio de Faria apresentam textos inéditos no Dramamix do 23º Festival Satyrianas 2022 – Foto: Divulgação, Edson Lopes Jr. e Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Dramaturgos como Hugo Possolo, Angela Ribeiro, Flavio Goldman, Marcos Fábio de Faria, Gabriela Mellão, Miguel Arcanjo Prado e Marcio Tito apresentam suas novas criações para o teatro no Dramamix, a mostra de peças inéditas criadas especialmente para o Festival Satyrianas 2022.

Com o tema Você Tem Fome de Quê?, o evento está em sua 23ª edição e vai de 11 a 15 de novembro na Praça Roosevelt, com organização da Cia. de Teatro Os Satyros, fundada por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez.

Os atores Juan Manuel Tellategui e Rodrigo Barros fazem leitura da peça Mistério do Planeta de Miguel Arcanjo Prado no Dramamix do 23º Festival Satyrianas 2022 – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Mistério do Planeta

Um dos destaques do Dramamix do Festival Satyrianas é a peça Mistério do Planeta, de Miguel Arcanjo Prado, interpretada pelos atores Rodrigo Barros e Juan Manuel Tellategui. A leitura está marcada para 18h30 deste sábado, 12 de novembro, na Sala Hilda Hilst, no oitavo andar da SP Escola de Teatro (Praça Roosevelt, 210). A entrada é gratuita. A obra mostra dois advogados em um happy hour na metrópole. David Godoi assina a direção de arte.

12/11/2022 (sábado) 18H30 – MISTÉRIO DO PLANETA, DE MIGUEL ARCANJO PRADO

Em um happy hour na metrópole extenuante, dois bons amigos se reencontram. Direção: Miguel Arcanjo Prado. Elenco: Juan Manuel Tellategui e Rodrigo. Barros. Direção de arte: David Godoi. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst). 12/11/2022. Grátis.

O Blog do Arcanjo mostra a seguir os destaques do Dramamix!

Programação completa da Satyrianas

Dramamix na Satyrianas 2022

Sábado 12/11/2022

16H30 – CHEGO ATÉ A JANELA E NÃO VEJO O MUNDO, DE GABRIELA MELLÃO E JOÃO WADY CURY.

Um escritor e uma psiquiatra conhecem-se em uma situação de restrição absoluta, em um presídio. Estão encarcerados, celas separadas, para onde foram levados sem saber o motivo. A obra recria a amizade entre os alagoanos Nise da Silveira e Graciliano Ramos, iniciada na prisão durante a Ditadura Vargas e que se prolongou vida afora. Obra Digital. Direção: Gabriela Mellão e João Wady Cury. Elenco: Simone Iliescu e Erom Cordeiro. Onde: YouTube – https://youtu.be/Id7yvnOzF1E

17H30 – BATALHA NAVAL, DE CELSO CRUZ E CARLOS RAHAL.

Líbano, Brasil. A saga de um casal e seus filhos, ao logo de 100 anos de história. Num navio cruzando o Atlântico. Em trens no interior de São Paulo. Numa loja na região da 25 de março. Dançando o Dabke numa sala de jantar. As Três Marias lá no céu e numa tatuagem muito íntima. E um grande amor, evocado em áudios no WhatsApp, para encarar as batalhas da vida comum. Será que “A vida é uma diáspora?”. E como compartilhar seus tesouros, longamente guardados? Direção: Celso Cruz Elenco: Carlos Rahal. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

Miguel Arcanjo Prado é autor de Mistério do Planeta no Dramamix do Festival Satyrianas 2022 – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo
18H30 – MISTÉRIO DO PLANETA, DE MIGUEL ARCANJO PRADO.

Em um happy hour na metrópole extenuante, dois bons amigos se reencontram. Direção: Miguel Arcanjo Prado. Elenco: Juan Manuel Tellategui e Rodrigo. Barros Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

19H30 – ANDO COMIGO MESMO, DE JOÃO CURY.

Federico Garcia Lorca faz um acerto de contas sobre os fatos de sua vida e para isso convida alguns dos personagens mais conhecidos de suas peças teatrais em uma noite em que não faltará poesia, lirismo e certamente dor e sofrimento. Direção: João Cury. Elenco: Clovys Torres. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

20H30 – TEMPLÁRIO OU UM AUTOR EM BUSCA DE UM ATOR, DE PAULO FARIA.

Leitura-espetáculo. No ano de 2.298 um guardião templário, durante a conquista de uma estrela, lembra de seu amor eterno, Guilherme, no ano de 1307, quando foram em fogueiras. Direção e Interpretação: Paulo Faria. Provocação: Edgar Castro. Vídeo: Paulo Pereira. Luz: Tomate Saraiva. Figurino: Francisco Kokocht. Realização: Pessoal do Faroeste. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

Rudinei Borges
21H30 – ROSALVA, DE RUDINEI BORGES.

O próprio autor e a sua mãe estão presentes nesta leitura encenada, um corajoso testemunho das mazelas sociais brasileiras. Como Rosalva, muitas mulheres negras criam sozinhas os filhos — um trajeto de renúncia e resiliência. Direção e Atuação: Rudinei Borges. Cantoria em cena: Rosalva Borges. Figurino: Claudia Melo. Assistente de palco: Paula Borges. Produção geral: Núcleo Macabéa. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

22H30 – PENSÃO, DE HERÁCLITON CALEB.

Em um futuro breve, onde cada vez mais o dinheiro mediará as relações, um pai ausente oferece dinheiro para que o filho possa realizar as tarefas mais simples da vida, como tratar bem a mãe, ler, malhar, fazer dieta, dar presentes etc. Nesse contexto, resta saber até quando valerá a máxima que há coisas que o dinheiro não compra. Direção: Roquildes Junior. Elenco: Anderson Lima e Eurípides Fraga. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

Marcelo Várzea é autor de Narciso no Dramamix do Festival Satyrianas 2022 – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo
23H30 – NARCISO, DE MARCELO VARZEA.

No fim da década de 90, na pacata cidade do interior paulista de Atibânia, dois irmãos gêmeos univitelinos descobrem o sexo entre si, em brincadeiras homoeróticas, e acabam por viver uma espécie de romance oculto até conhecerem a brejeira Rosa, dividindo a paixão dos irmãos Henrique e Ronaldo. Uma sequência de competições, fatos e versões dessas relações espelhadas, provocam um escândalo na região e Henrique é escorraçado. Desaparece por vinte anos. Dia 11 de setembro de 2019, vinte anos depois, o pai dos gêmeos está à beira da morte no hospital. É, também, aniversário de dezoito anos de Caio, filho de Ronaldo e Rosa. Ele tem uma assustadora semelhança com o pai e o tio. Henrique volta e provoca todos os valores, questionamentos, homofobia, hipocrisia, revelações e valores da família. Uma tragédia anunciada. Tensão sexual, assédio físico e moral, incesto e sexualidade pulsam nessa trama de reflexos. Direção: Leopoldo Pacheco. Elenco: Flavio Tolezani, Paula Cohen, André Dias e Jota Barletta. Cenário: Marco Lima. Luz: Wagner Freire. Figurino e Visagismo: Leopoldo Pacheco. Trilha Sonora: Marcelo Pellegrini. Direção de Movimento: Erica Rodrigues. Assistente de Direção: Tadeu Freitas. Design Gráfico: Igor Bachmann. Produção: Mava Produçoes Artisticas. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

Domingo 13/11/2022

00H30 – SERÁ OU NÃO SERÁ – A FAMA, DE ABELARDO ARAUJO.

Aparências e fama. As celebridades chegam a fama despreparadas como artistas. Também não conseguem lidar com o ego e com a fortuna que ganham. A história se passa em um estúdio de televisão onde uma cantora jovem de funk é entrevistada. Direção e elenco: Alana Carrer e Isadora Tucci Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

16H30 – PARTO, DE CLAUDIA PUCCI.

Direção e elenco: Michele Cardoso e Pri Maggrih Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

17H30 – SANTOS SUJOS, DE DENIZART FAZIO.

Em um velório, duas irmãs começam a lembrar de algo da infância: uma capela muito pequena e cheia de crianças, uns santos sujos, a porta fechada a correntes. A lembrança se torna uma busca: quem eram elas? Quem eram as crianças? Que terra era aquela? Direção: Denizart Fazio. Elenco: Janaína Mello e Marcela Harano. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

18H30 – O JOGADOR QUE DESAFIOU O REICK, DE DANIEL DE MELLO.

Uma ficção histórica sobre o jogador de futebol austríaco que teve a audácia de desafiar o regime nazista de Adolf Hitler. Após o ocorrido, ele sofreu as consequências de tal ato Direção: Guilherme Andrade Elenco: Bruno de Paula, Heyde Sayama e Guilherme Andrade Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

20H30 – PROTOCOLOS, DE FABIO BRANDI TORRES.

Um casal que se separou tenta se reconectar e entender quais são os protocolos do estado atual em que se encontram. Ao mesmo tempo, também tentam entender os bloqueios e as reações inusitadas que passaram a experimentar. Direção: Bruno Kott. Elenco: José Netho e Almir Rosa. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

Angela Ribeiro é autora de Rodeios, peça inédita do Dramamix no Festival Satyrianas 2022 – Foto: Bob Sousa – Blog do Arcanjo
21H30 – RODEIOS, DE ANGELA RIBEIRO.

Um fazendeiro trai a sua mulher. O que ele nunca imaginou é que isso faz com que ela se interesse por conhecer essa terceira pessoa. E que esse será um encontro de muitos. Direção: Roberto. Áudio Elenco: Angela Ribeiro e Wellington Coelho. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

22H30 – UM HOMEM, DE RUBENS REWALD, THAIS DE ALMEIDA PRADO E NATÁLIA LORDA.

Na casa de Elena, seu amigo que divide o apartamento acabou de fazer uma festa de aniversário. Todos os convidados estão bêbados e enlouquecidos e vão para a balada deixando Elena sozinha no apartamento com toda a sujeira e bagunça. Ela olha para o espaço desolada e repara que tem um homem deitado em sua cama. Direção e Elenco: Rubens Rewald, Thais de Almeida Prado, Natália Lorda. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

Segunda 14/11/2022

17H30 – MÃO DA GUARDA, DE ALICE ROCHA.

“Você devia abrir mão da guarda da sua filha”. Essa frase ressoa como uma tormenta na cabeça de uma mulher sobrecarregada que se vê sozinha na responsabilidade pela criação de sua filha. Enquanto tenta escrever uma peça, ela mergulha na sua própria infância e navega pelos medos e desejos que a habitam. Direção: Mawusi Tulani. Elenco: Andréia Maressa e Alice Rocha. Dramaturgismo e Arte: Bruno Cordeiro. Cenografia e adereços: Andréia Maressa, Alice Rocha e Bruno Cordeiro. Figurino: Geiziane Campelo. Iluminação: Camila Ismerim. Técnicas de palco: LuaNucci. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

18H30 – ISSO É O QUE ACONTECEU COM BABY JANE, DE JONATAN CABRET.

publicado originalmente em 1960 o livro O que terá acontecido a Baby Jane de Henry Farrel deu origem a um dos maiores clássicos do cinema de horror. Agora 62 anos após o lançamento do livro o público é levado a uma obra imersiva onde quem assiste poderá escolher os caminhos que levaram ao final trágico de Baby Jane Hudson. Direção: Jonatan Cabret. Elenco: Viviane Borges. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

5 livros para conhecer a tragédia grega | Nexo Jornal
Flavio Goldman é autor de Presencial no Dramamix do Festival Satyrianas 2022 – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo
19H30 – PRESENCIAL, DE FLAVIO GOLDMAN.

Ao regressar pela primeira vez ao teatro presencial depois da pandemia, um espectador se dá conta de que será a única pessoa presente na plateia. Ele tenta escapar após o som do terceiro sinal, mas é tarde demais: o ator está em cena e o jogo já começou. Uma homenagem ao ofício teatral e ao encenador Francisco Medeiros, falecido em 2019. Direção: Marco Antônio Pâmio. Elenco: Leonardo Miggiorin e Plínio Soares. Assistência de direção: Felipe Ramos. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

20H30 – FUTURO INFINITO, DE DENIO MAUÉS.

1 e 2 discutem sobre memória, melancolia, otimismo e uma certa confusão urbana no país tecnológico que mais parece estar na Idade Média. Direção: Denio Maués. Elenco: All Motta e Paulo Campos. Luz: Roberto Herreira Bueno. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

21H30 – COCO, DE MORGANA OLÍVIA MANFRIM.

Nesta transdramaturgia podemos ter a honra de ter acesso ao discurso mitológico e muito aplaudido no mais importante prêmio da academia internacional de Cinema da atriz, Coco. Que é também diretora, dramaturga, crítica em Arte, filósofa cisgênera e agora Cinéfila de carreira. E para nós, ficará a pergunta. Como nascem os derivados do coco? Direção e elenco: Mariana França Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

Marcio Tito apresenta sua nova peça Uma Carta de Amor no Dramamix do Festival Satyrianas 2022 – Foto: Henrique Mello – Blog do Arcanjo
22H30 – UMA CARTA DE AMOR, DE MARCIO TITO.

Cartas, e-mails, folhas soltas, bilhetes, suspiros e desejos formam a dramaturgia deste espetáculo que investiga os encontros e os desencontros de um casal que ainda não se conhece porque já se perdeu diversas vezes. Direção e atuação: Júlio Oliveira Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

23H30 – JACKPOT, DE SORAIA COSTA.

Neste reality-show teatral, a performer e dramaturga Soraia Costa terá um primeiro date ao vivo com um desconhecido do Tinder. Eles colocarão à prova o ousado experimento do psicólogo da Universidade de NY Arthur Aron, que desenvolveu um protocolo onde 36 perguntas, respondidas alternadamente, seriam capazes de fazer dois estranhos se apaixonarem um pela outro. Será que dá Match Direção e elenco: Soraia Costa e convidado Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

Terça 15/11/2022

Marcos Fábio de Faria apresenta sua nova peça Deriva no Festival Satyrianas 2022 – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo – Blog do Arcanjo
00H30 – DERIVA, DE MARCOS FÁBIO DE FARIA

A morte é aquilo que te deixa ao léu, ou o que desencadeia ações inesperadas? Nossos agentes funerários estão prontos para te deixar à deriva com suas respostas, ou para derivar ideias mirabolantes de como a morte pode chegar na vida de alguém. Direção e Elenco: Athos Magno, Lucas Guerini e Icaro Gimenes. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

17H30 – TEMIBLE BRUJA CUENCOPARONICA, DE MAURICIO PARONI.

Texto bilingue sobre bruxaria ilustrado por Paroni e Cuenca, através de leituras de mão e cartas, à maneira das brujas medievais vividas entre o sul europeu e o norte africano. Direção: Mauricio Paroni. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

18H30 – DORMIR COMIGO OU DAS CHAMAS SALVAREMOS O FOGO, DE NAIADE MARGONAR.

É noite ou madrugada, não sabemos exatamente. Ela está em seu apartamento e entre a insônia e o sonho algo se acende. São memórias de uma mesma relação ou de muitas, não sabemos exatamente. No centro do palco há uma chama, um rastro e um rosto que mira fixamente além do palco. Uma pequena crônica na primeira pessoa do singular que atravessa as imagens que tocam o agora, o ontem e o amanhã. Direção: Luna Martinelli. Assistência de direção: Apoena Gurgel. Elenco: Tatiana Thomé, Carolina Splendore e Átila Calache. Cenografia: Maju Camargo. Desenho de luz: Aline Santini. Trilha sonora: Cassius Augusto. Figurino: Dandara Valadares. Design: Nicholas de Lucena. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

19H30 – TUDO QUE AINDA NÃO FALAMOS, DE RENATO ANDRADE.

Diante de palavras ditas e não ditas, como lidar com aquelas que dependem do outro para existir? Direção: Renato Andrade. Elenco: na Pires, Jean Cruz, Julia Maryam, Luiza Pavam, Madson Melo, Thamires Araújo, Natália Oliveira, Fernanda Carvalho, Luciano Sewaybricker e Pedro Leão. Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Vange Leonel).

Hugo Possolo é um dos autores de Imbecil Convicto no Dramamix do Festival Satyrianas 2022 – Foto: Annelize Tozetto – Blog do Arcanjo
20H30 – IMBECIL CONVICTO, DE ANA SAGGESE, LUÍS ALBERTO DE ABREU, HUGO POSSOLO, MAIRA DVOREK E MICHELLE FERREIRA.

Imbecil Convicto é um experimento cênico do parlapatão Hugo Possolo, composto de quadros cômicos com textos de Ana Saggese, Luís Alberto de Abreu, Maira Dvorek, Michelle Ferreira e do próprio Possolo. Nessa investigação de criação para um novo solo, traz personagens e interações com a plateia para abordar a insanidade que virou o país a partir do elogio à ignorância promovido pelo fascismo. Comportamento e política, com humor ácido, são os temas dessa brincadeira provocativa. Direção e atuação: Hugo Possolo Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Hilda Hilst).

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso