Geração Baby Boomer mostra nascidos entre 1946 e 1964 na era digital com Satyros Silenos

Geração Baby Boomer mostra geração analógica que teve de se adaptar ao digital – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), houve um aumento significativo das taxas de natalidade nos países do Ocidente vencedor. O fenômeno ficou conhecido como Baby Boomer, geração que engloba os nascidos entre 1946 e 1964. Esta geração, que teve uma das juventudes mais marcantes e libertárias de todos os tempos — basta lembrar o fenômeno do rock ou o maio de 1968 feito por ela — é o foco de Geração Baby Boomer, novo espetáculo do Satyros Silenos, projeto da Cia. de Teatro Os Satyros com atores maiores de 60 anos.

Eles não são só senhores, são os jovens que deram certo.

Cia. Os Satyros, sobre Geração Baby Boomer

A encenação é ao vivo e digital. A peça afirma falar não apenas sobre a passagem do tempo, “mas sobre uma geração que viveu a era analógica e teve que aprender rapidamente a interagir com a era tecnológica, em um mundo cada vez mais veloz”. Estão no elenco coordenado por Rodolfo García Vázquez e dirigido por Fabio Penna, Julia Bobrow e Marcia Dailyn os atores Haroldo Bianchi, Jaime Ratinecas, Marcio Saad, Odete Libel e Tadeu Filippini.

Geração Baby Boomer
Quando: Sábados e domingos, às 18h e segundas às 21h.
Onde: Zoom/Sympla, no Espaço Satyros Digital
Temporada: de 29/1 a 28/2/2022
Coordenação: Rodolfo García Vázquez.
Texto: Coletivo.
Direção: Fabio Penna, Julia Bobrow e Marcia Dailyn.
Elenco: Haroldo Bianchi, Jaime Ratinecas, Marcio Saad, Odete Libel e Tadeu Filippini

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, criado em 2019. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e apresenta o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Eleito um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se por três vezes e recebeu a Medalha Mário de Andrade, maior honraria nas letras do Governo do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, Uma, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Medalha Mário de Andrade.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Morre Glória Maria Harry e Meghan na Netflix Michael Jackson: Thriller faz 40 anos Marina Sena lança música com Gal Costa Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão