Drama inédito, Aurora reabre Espaço dos Satyros na Praça Roosevelt

De volta ao presencial, Satyros estreia peça Aurora com a vida de moradores do centro de São Paulo - Foto: Andre Stefano - Blog do Arcanjo
De volta ao presencial, Satyros estreia peça Aurora com a vida de moradores do centro de São Paulo – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

A Cia. de Teatro Os Satyros, fundada há 32 anos por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, retoma o teatro presencial em seu Espaço dos Satyros na praça Roosevelt, 214, a partir de 25 de novembro, com a peça inédita Aurora, texto de Cabral e Vázquez sob direção do último.

Estão no elenco de Aurora grandes nomes do Satyros e dos palcos e telas paulistanos: Ivam Cabral, Nicole Puzzi, Eduardo Chagas, Gustavo Ferreira, Henrique Mello, Julia Bobrow e Marcia Dailyn.

A obra marca a retomada do encontro cara a cara com o público de um dos mais emblemáticos grupos teatrais do Brasil e a reabertura de sua famosa sede, epicentro em constante ebulição do teatro paulistano.

Foram 20 meses longe dos palcos presenciais por conta da pandemia, período no qual os Satyros não ficaram parados e foram pioneiros no teatro digital. Eles fizeram apresentações em cinco continentes e abocanharam prêmios nacionais e internacionais, como o Prêmio Arcanjo de Cultura e o Red Curtain em Calcutá, na Índia.

O grupo ainda promoveu de modo digital os festivais Quarentena, Satyrianas e SatyriCine Bijou, além de mais de uma dezena de espetáculos, entre eles o premiado A Arte de Encarar o Medo – The Art of Facing Fear, que vai virar longa-metragem em 2022.

Aurora é a nova peça do Satyros escrita por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez - Foto: Andre Stefano - Blog do Arcanjo
Aurora é a nova peça do Satyros escrita por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Aurora traz drama de moradores de um prédio no centro de SP

Aurora tem sua história ambientada em um pequeno edifício da Rua Aurora, no centro de São Paulo, onde habitam os moradores da dramaturgia.

Após forte mergulho tecnológico nos últimos meses, mais uma vez o Satyros retoma o drama dos habitantes da grande metrópole brasileira, temática na qual o grupo é referência internacional com peças como A Vida na Praça Roosevelt, Pessoas Perfeitas e Transex.

No velho prédio de quatro andares e oito apartamentos, os personagens precisam lidar com as escolhas que fizeram na vida e suas consequências.

“Quantas bondades a gente terá que fazer pra compensar uma ação ruim que a gente tenha feito?”.

Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez
autores da peça Aurora, da Cia. de Teatro Os Satyros

Os Satyros, que completou 32 anos de existência neste ano, comemorou os 20 anos de sua sede na Praça Roosevelt em dezembro de 2020, ainda de forma remota, o que torna essa retomada presencial um símbolo da resistência da companhia que é a cara de São Paulo.

Marcia Dailyn e Ivam Cabral em cena de Aurora, nova peça do Satyros - Foto: Andre Stefano - Blog do Arcanjo
Marcia Dailyn e Ivam Cabral em cena de Aurora, nova peça do Satyros – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Aurora tem temporada grátis até 19/12 no Espaço dos Satyros da Praça Roosevelt

Aurora tem temporada gratuita no Espaço dos Satyros (Praça Franklin Roosevelt, 214, Consolação, São Paulo, tel. 11 3255-0994) com ingressos retirados no Espaço Satyros Digital na Sympla. As sessões são de quinta a sábado, às 21h, e domingo, 18h, até 19 de dezembro e com classificação para maiores de 14 anos. Para acessar o espaço, o público precisa mostrar a carteira de vacinação completa ou apresentar teste PCR realizado no dia.

Foi construído em 1942. Rua Aurora, número 267. Fica no lado esquerdo da rua. Já teve um nome, mas há décadas resolveram chamar o predinho de predinho, simplesmente. Têm coisas que são assim. Ninguém acha que merece ter um nome. Não significam nada. Então, ficou predinho, simplesmente.”

Aurora

Peça de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez com a Cia. de Teatro Os Satyros

Nicole Puzzi e Julia Bobrow em cena de Aurora, nova peça do Satyros que reabre o Espaço dos Satyros na Praça Roosevelt - Foto: Andre Stefano - Blog do Arcanjo
Nicole Puzzi e Julia Bobrow em cena de Aurora, nova peça do Satyros que reabre o Espaço dos Satyros na Praça Roosevelt – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Personagens de Aurora

SALTÉRIO (Ivam Cabral)

Guarda muitos segredos, um deles é ter ficado impotente após um acidente. “Nunca mais. Mas não posso falar sobre isso.  Ninguém sabe e nem desconfia. Deus me livre ficarem sabendo disso. Por isso gosto da minha casa. Aqui eu mando nos meus pensamentos. (…) Sair pra que? Tenho tudo aqui.”

JUSTYNA (Nicole Puzzi)

Uma mulher muito bonita que deixou para trás uma vida de privações no convento e escolheu São Paulo para recomeçar. Nos dois primeiros dias foi  estuprada duas vezes. “Eu só quero diminuir o que dói.”

MÃE (Gustavo Ferreira)

Abusado na infância, resolve se dedicar a crianças de rua, acolhendo-as e alimentando-as. Ganha o apelido de mãe por seu instinto protetor. Em pouco tempo torna-se ele o abusador. “Faço comida pra eles, dou de mamar pra eles. É que sou muito religioso e por isso Deus me perdoa. Me perdoa sempre.”

ACÁCIO (Henrique Mello)

Tem 28 anos e criou uma empresa que vende seguidores e curtidas para redes sociais. Ganha um bom dinheiro com clientes famosos, vindos da política e do mundo do entretenimento. Cria perfis fakes. “Eu pago as minhas contas, eu não maltrato ninguém, ajudo até as pessoas, sempre faço isso.”

BOLA (Julia Bobrow)

Abandona o lar desajustado em que vivia com a irmã prostituta, e com a vida nas ruas torna-se uma assaltante profissional, chefe de sua própria equipe. “Doze anos no ramo e nenhuma cana. Claro que aprendi o negócio direito. Molho as mãos dos samangos que me garantem a guarda.”

DIEGA (Marcia Dailyn)

Mora no apartamento exatamente em cima de uma boate gay que funciona de segunda a segunda e não a deixa dormir. Vive sonhando com um voo de helicóptero em que lançará potentes explosivos para acabar com todo mundo. “Ah, se eu tivesse um helicóptero!”, ela repete para si e para todos.

ORDÁLIO (Eduardo Chagas)

Ordálio significa ‘aquele que detém o poder das decisões’. Há décadas trabalhou na fábrica de tecidos de Lourdes Roséli, localizada onde hoje é o bar Trombeta. Guarda um grande segredo. “A verdade é que a gente tem mais desejo do que a possibilidade de realizar esses desejos. Desejos são desejos, não são para serem julgados.”

O Espaço dos Satyros e a Praça Roosevelt

O Espaço dos Satyros, localizado no número 214 da Praça Franklin Roosevelt, teve suas portas abertas pela primeira vez no dia 1º de dezembro de 2000. Desde então, a sede do grupo Os Satyros – fundado por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez – abriga uma programação intensa e constante de espetáculos e atividades artísticas. Foi palco para mais de 100 montagens da Cia e é a base do Festival Satyrianas, considerado uma das maiores celebrações culturais da América Latina. Com o fincamento de sua sede na Praça Roosevelt, Os Satyros se tornou peça fundamental na revitalização da região. O local, que era considerado um dos mais perigosos e violentos do centro, rapidamente se transformou em um dos polos culturais mais efervescentes de São Paulo. A sala intimista, alternativa, de arquibancadas móveis, possui capacidade para 60 pessoas e é hoje considerada uma das mais tradicionais salas de espetáculos da cidade. A Cia. de Teatro Os Satyros é também uma das mais antigas e importantes em São Paulo, já produziu em 32 anos mais de 130 espetáculos, se apresentou em 36 países e ganhou mais de 120 prêmios, entre nacionais e internacionais.

Gustavo Ferreira e Nicole Puzzi em cena de Aurora, nova peça do Satyros que está de volta à Praça Roosevelt – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Ficha técnica de Aurora

Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Direção: Rodolfo García Vázquez

Assistência de Direção: Gustavo Ferreira

Elenco / Personagem:

Ivam Cabral / Saltério

Nicole Puzzi / Justyna

Eduardo Chagas / Narrador

Gustavo Ferreira / Mãe

Henrique Mello / Acácio

Julia Bobrow / Bola

Marcia Dailyn / Diega

Design de Aparência: Adriana Vaz

Assistência de Design de Aparência: Leticia Gomide

Iluminação: Rodolfo García Vázquez e Flavio Duarte

Fotografias: Andre Stefano

Operação Técnica: Flávio Duarte

Produção Geral: Diego Ribeiro

Produção Executiva: Maiara Cicutt

Administração: Janna Julian

Social Media: Isabella Garcia

Realização: Cia. de Teatro Os Satyros

Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

Retire seu ingresso para Aurora

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *