Musa do Baixo Augusta chora ao homenagear Roberta Close e Phedra

Musa do Baixo Augusta e Diva da Praça Roosevelt, a atriz e bailarina trans Márcia Dailyn se emociona ao celebrar Phedra D. Córdoba e Roberta Close durante o desfile de dez anos do maior bloco de SP neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Era exatamente 15h deste domingo (24) de sol quando Márcia Dailyn chegou à concentração do efervescente desfile que marcaria os dez anos do Acadêmicos do Baixo Augusta, o maior bloco de São Paulo, do qual é musa e que desfilou com o tema “Que País É Esse?”, inspirado na canção de Renato Russo com a Legião Urbana.

Ao ajeitar os detalhes finais de sua diminuta fantasia repleta de cristais Swarovski, com a qual homenageou Roberta Close, “o maior ícone dos anos 1980”, na sua opinião, Márcia tremia, muito emocionada. “O top  o arranjo de cabeça que estou usando foram da Eloína dos Leopardos, um verdadeiro ícone da nossa noite, quando ela trabalhava em Paris, já meus acessórios são da Lavish by Trícia Milaneze. Ah, o costeiro foi o Walério Araújo, que é meu irmão, quem fez. Já a bandeira eu resolvi usar porque a Roberta Close sempre ostentou ser brasileira”, conseguiu contar, antes de ficar emocionada.

“Hoje é um dia muito especial para mim”, balbuciou, antes de complementar: “Só de pensar no que vai acontecer aqui na Consolação eu já me emociono”.

Vista geral da reta final do desfile de dez anos do Acadêmicos do Baixo Augusta em São Paulo neste domingo (24) – Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

Além de Musa do Baixo Augusta, Márcia Dailyn também ostenta com orgulho o título de Diva da Praça Roosevelt, herdado da lendária diva cubana Phedra D. Córdoba (1938-2016), atriz transexual do grupo Os Satyros cujas cinzas foram lançadas diante do cemitério da Consolação durante o desfile do Baixo Augusta no ano passado.

“Roberta Close e Phedra D. Córdoba foram mulheres trans pioneiras, precisamos reverenciá-las sempre. Estou muito emocionada hoje, porque a Roberta Close soube dessa homenagem e até publicou no Instagram o ensaio fotográfico que fizemos para homenageá-la com o fotógrafo Bob Sousa“, falou, aos prantos.

“Para mim isso foi a maior honra que poderia conseguir. Saber que ela gostou desse tributo. Estamos com o tema ‘Que País É Esse?’ este ano. É preciso lembrar o respeito à diversidade sexual e à liberdade de gênero neste país que ó que mais mata pessoas por conta do preconceito e do ódio. Precisamos de amor e respeito”, discursou.

Atualmente, Márcia Dailyn é estrela nas peças do Satyros, grupo fundado há 30 anos por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez — presentes no desfile — e com sede na praça Roosevelt. No momento, ensaia a nova peça da trupe, “Mississipi”, que estreia em março no Festival de Curitiba. “Também estou ensaiando uma outra peça que vai causar muito impacto, mas ainda não posso revelar os detalhes”, adiantou.

O ator Ivam Cabral, um dos fundadores da Cia. de Teatro Os Satyros e diretor da SP Escola de Teatro: “Baixo Augusta e Satyros são da mesma família” – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Ivam e Rodolfo foram responsáveis pela recuperação da região do Baixo Augusta por meio do teatro e das artes como um todo — antes da chegada do Satyros na Roosevelt, o espaço era um lugar perigoso e intransitável no centro; hoje, é epicentro jovem e cultural, lugar onde fica também a Casa do Baixo Augusta, sede do bloco.

“Desde que o Baixo Augusta começou eles sempre foram muito parceiros e queridos conosco do Satyros. O Baixo Augusta somou e deu uma força incrível a esse movimento que faz a população se apropriar da cidade, que é de todos nós. Baixo Augusta e Satyros são da mesma família”, definiu Ivam Cabral, que também dirige a SP Escola de Teatro, também com sede na Roosevelt.

O diretor do grupo Os Satyros Rodolfo García Vázquez comemorou os dez anos do Baixo Augusta e os 30 anos de seu grupo de teatro, amigo do bloco – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Durante o desfile, Márcia foi muito festejada pelo povo, fruto de uma trajetória de vida intimamente ligada à região do Baixo Augusta.

“Fui a primeira bailarina trans a dançar no Theatro Municipal de São Paulo. Hoje, moro no Baixo Augusta, muito perto da Roosevelt, trabalho do ladinho da rua da Consolação e, quando não estou ensaiando as peças ou trabalhando, estou sempre no Bar do Satyros ou no Bar da Dona Onça, ali no Copan”, lembra ela. “O Baixo Augusta é minha vida”, admite, com intensa relação com a comunidade.

A Rainha do Baixo Augusta Alessandra Negrini no desfile que lotou a Consolação neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Sempre reverenciando Alessandra Negrini, a Rainha do Acadêmicos do Baixo Augusta, Márcia Dailyn se emocionou ao falar da representatividade que é ocupar o posto de Musa do Baixo Augusta.

“Eu estar aqui hoje é fruto de muitas que vieram antes, como Phedra D. Córdoba, que homenageamos no ano passado, e Roberta Close, que eu celebro neste ano. Não foi fácil para nós chegarmos até aqui [chora]. Eu fico realmente muito emocionada de pensar que hoje eu ocupo esse espaço tão importante no Carnaval e no teatro de São Paulo, cidade que me acolheu e que eu amo tanto. Estou vivendo a realização de um sonho!”, concluiu, novamente aos prantos.

A cantora Maria Rita agitou os foliões do Baixo Augusta nos dez anos do bloco neste domingo (24) – Foto: Rodrigo Paiva/Divulgação Baixo Augusta – Blog do Arcanjo – UOL

Artistas se divertem no Baixo Augusta

Artistas do teatro, cinema e televisão estiveram presentes no desfile do Baixo Augusta, um dos blocos que mais atrai a classe artística em São Paulo — a Cia. Base, especializada em teatro aéreo, impactou o desfile com artistas pendurados sobre a multidão.

A atriz Mariana Ximenes chamou a atenção da multidão. Já a cantora Maria Rita foi aplaudida ao cantar sucessos seus, como “Cara Valente”, e “O Bêbado e o Equilibrista”, de sua mãe, Elis Regina.

Mariana Ximenes também desfilou no Baixo Augusta nos dez anos do bloco neste domingo (24) – Foto: Rodrigo Paiva/Divulgação Baixo Augusta – Blog do Arcanjo – UOL

A arte foi quem ajudou a recuperar o Baixo Augusta, uma região antes muito degradada do centro paulistano e que foi salva, sobretudo, pelo teatro na praça Roosevelt, hoje com intensa movimentação cultural naquele que era antes um dos lugares mais perigosos do centro.

A Roosevelt recebe todo ano na primavera o Festival Satyrianas, com suas 78 horas de arte, criado pelo grupo Os Satyros.

O estilista Walério Araújo celebrou Rita Lee no desfile do Acadêmicos do Baixo Augusta neste domingo (24) em SP – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Outro muito querido dos artistas que chamou a atenção no bloco foi o estilista Walério Araújo, que homenageou a Rainha do Rock Rita Lee com sua comentada fantasia.

O Blog do Arcanjo no UOL acompanhou o desfile do Baixo Augusta e mostra quem deu as caras na descida da rua da Consolação nas fotos de Nelson Antoine.

O ator Marat Descartes dá um beijo em sua mulher, a atriz Gisele Calazans, durante o desfile do Baixo Augusta neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

A atriz e cantora Emanuelle Araújo foi uma das estrelas do desfile que celebrou os dez anos do “Baixo Augusta” e cantou o sucesso “Eva”, da banda da qual foi vocalista – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

O secretário de Cultura de São Paulo e fundador do Baixo Augusta Alê Youssef celebra os dez anos do maior bloco de SP – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

O ator argentino Juan Manuel Tellategui acompanha do alto do trio toda a força do Baixo Augusta em seu desfile de 10 anos no Carnaval de SP – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Os atores Diego Ribeiro e Gustavo Ferreira curtiram a descida do Baixo Augusta pela rua da Consolação do alto do trio elétrico neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Em clima romântico, o casal de atores Nina Nóbile e Marcelo Thomaz se beija durante a descida do Baixo Augusta na rua da Consolação em SP – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

O cantor Wilson Simoninha acompanha a saída do Baixo Augusta em seu desfile comemorativo de 10 anos neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Famosa por comandar o bar do Satyros na praça Roosevelt, a comerciante Irlane Galvão marcou presença em um dos trios do Baixo Augusta neste domingo (24) em SP; ao fundo, a atriz Bruna Buzatto – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Folião fantasiado de Avatar chamou a atenção em meio à multidão do Baixo Augusta neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

A atriz Bruna Buzatto esbanja seu charme durante o desfile do Baixo Augusta neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

Amigos, os atores Henrique Mello e Silvio Eduardo dão um selinho em cima do trio do Baixo Augusta neste domingo (24) em SP – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

O ator Alex de Felix foi um dos mais animados no alto do trio elétrico do Baixo Augusta na descida da rua da Consolação neste domingo (24) – Foto: Nelson Antoine/UOL – Blog do Arcanjo – UOL

A atriz Lauanda Varone, da Cia. Base de dança e teatro aéreo, foi um dos destaques do desfile do Baixo Augusta neste domingo (24) em SP – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Musa do Baixo Augusta e Diva da Praça Roosevelt, a atriz e bailarina Márcia Dailyn se emociona ao celebrar Roberta Close e Phedra D. Córdoba no desfile de 10 anos do Baixo Augusta – Foto: Ivam Cabral/Divulgação Satyros – Blog do Arcanjo – UOL

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Você pode gostar...